close
logorovivo2

Roraima - Polícia aponta dois adolescentes como cúmplices em morte de militar

Roraima - Polícia aponta dois adolescentes como cúmplices em morte de militar

DA REDAÇÃO

20 de Março de 2008 às 08:41

Roraima - Polícia aponta dois adolescentes como cúmplices em morte de militar

FOTO: (Divulgação)

A Delegacia da Infância e Juventude (DDIJ) apreendeu mais dois menores que podem estar envolvidos na morte do militar Mário Castro de Souza, assassinado no último sábado no bairro Cidade Satélite. O crime foi explicado ontem em coletiva à imprensa pelo delegado Marcelo Renault. Ele contou que o setor de operações da DDIJ, juntamente com agentes do 4º DP e da DDM, conseguiram descobrir a participação dos outros adolescentes no crime. Segundo a polícia, os acusados de 15, 16 e 17 anos contaram que estavam bebendo em um dos bares do bairro quando o adolescente de 17 anos, que foi apreendido no sábado, saiu para fazer um programa com um travesti. “Ele recebeu R$ 30,00, e quando foram comprar drogas, o dinheiro não era suficiente. Então resolveram assaltar para poder sustentar o vício. Foi quando viram o seu Mário andando com a bicicleta ao lado e o atacaram”, contou o delegado. Os menores teriam pedido da vítima cigarros e, armados com a ripa de madeira, levaram a camisa, relógio e a bicicleta. “A vítima não reagiu nem tentou fugir, mas mesmo assim ele deu vários golpes nele. Outro adolescente envolvido também teria acertado a vítima com o pedaço de madeira e o terceiro foi até lá e desferiu várias facadas para terminar de matá-lo”, concluiu o delegado. Os adolescentes, que já têm envolvimento em outros homicídios, podem ser recolhidos ao Centro Sócio-Educativo. “Vamos requerer ao Ministério Público para que eles sejam apreendidos e encaminhados ao CSE. Por enquanto, eles terão que ficar em liberdade até o pronunciamento do Ministério Público, mas vamos continuar as investigações”, explicou Renault.
*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS