close
logorovivo2

Amazonas - Pastor evangélico é preso acusado de estupro em Manaus

Amazonas - Pastor evangélico é preso acusado de estupro em Manaus

DA REDAÇÃO

27 de Maio de 2007 às 08:30

Amazonas - Pastor evangélico é preso acusado de estupro em Manaus

FOTO: (Divulgação)

O pastor da Igreja Pentecostal Luz do Mundo no Brasil Jonas Daniel da Silva, 46, foi detido, na manhã de ontem, por policiais militares da 1ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), acusado de ter estuprado uma menina de 13 anos na Casa Pastoral da igreja, onde trabalhava, no bairro João Paulo II, zona Leste. Jonas foi encaminhado ao 14º Distrito Policial (DP) e autuado em flagrante por estupro presumido. *“A menina tem 13 anos e, mesmo que a relação sexual seja consentida, como ela afirmou ter sido, a lei entende que houve estupro. A família toda da menina era freqüentadora dessa igreja”, explicou a delegada plantonista do 14º DP, Alessandra Braga. *De acordo com a delegada, o pastor foi preso após ter sido flagrado pelo pai da criança, que o denunciou, fazendo sexo com a garota na Casa Pastoral, local onde Jonas morava. *Crente não namora, casa *O pastor Jonas confirma que manteve relações sexuais com a criança e conta que iria casar com ela no dia 24 de outubro. “Crente não namora, casa. O problema é que a ‘carne é fraca’. Já estava de casamento marcado com ela. O pedido foi feito na igreja, na frente dos pais dela, que deram total apoio. Eu freqüentava a casa da família. O pai dela se exaltou, ‘subiu uma ira’ nele”, explicou. *O suspeito afirma que havia viajado até a Venezuela para comprar o enxoval e as alianças para o casamento e que havia retornado para Manaus na última quarta-feira. “Fui até Santa Elena do Uairén (fronteira do Brasil com a Venezuela), onde fica a matriz da igreja e comprei o enxoval e as alianças. A primeira coisa que fiz quando voltei foi ir até a casa da minha noiva, onde passei o dia todo, junto com os pais dela”, contou o pastor Jonas. *A garota disse, em depoimento no 14º DP, que essa foi a terceira vez que teve relações sexuais com o pastor e afirma estar grávida. A informação foi confirmada pelo suspeito. *Em depoimento no 14º DP, o pai da garota confirma que consentiu com o casamento da filha e do pastor, mas afirma que “pensava que Jonas a respeitava”. No depoimento, ele contou que, além de ter flagrado sua filha fazendo sexo com o pastor, ficou muito irritado ao ver que o seu outro filho, de 12 anos, estava do lado de fora do quarto da Casa Pastoral, chorando.
*Aos leitores, ler com atenção*

Este site acompanha casos policiais. Todos os conduzidos são tratados como suspeitos e é presumida sua inocência até que se prove o contrário. Recomenda-se ao leitor critério ao analisar as reportagens.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS