69 99353-3037 | 69 3225-5866

Logo Rondoniaovivo - Notícias, Classificados e Banco de Empregos de Rondônia

Terça-Feira, 23 de Maio de 2017


Segunda-Feira, 20 de Março de 2017 às 14:10 - Atualizado em Terça-Feira, 21 de Março de 2017 às 16:28

69 99353-3037 COMUNICAR ERRO

OAB derruba taxa de iluminação pública cobrada pelo município de Porto Velho

O Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia (TJRO) julgou procedente Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) ajuizada pela Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB/RO) e declarou a inconstitucionalidade da contribuição de iluminação pública cobrada pelo município de Porto Velho. A decisão vale para todos os munícipes de Porto Velho e a prefeitura deve cessar imediatamente as cobranças.

O presidente da OAB/RO, Andrey Cavalcante, comemorou a decisão do Tribunal de Justiça de Rondônia. “A Ordem tem o dever de zelar pela Constituição Federal. A Corte Estadual restabeleceu o direito da sociedade de Porto Velho”.

O conselheiro federal e presidente da Comissão Nacional de Direito Tributário da OAB, Breno de Paula, comenta que “A Constituição Federal impõe limites ao titular da competência tributária que deve obedecer a regra matriz constitucional. A decisão tem efeito erga omnes e os munícipes poderão receber de volta o que foi pago nos últimos 5 anos.”

Veja a ementa decisão:

Diário da Justiça Eletrônico Nº 051 – Porto Velho-RO, 21 de março de 2017

Data da divulgação: 20 de março de 2017

Data da publicação: 21 de março de 2017

Tribunal de Justica

Tribunal Pleno

Pág. 106

Data: 17/03/2017

Publicação de Acórdãos

Tribunal Pleno

Data de distribuição: 18/09/2014

Data de redistribuição: 10/10/2014

Data do julgamento: 06/03/2017

0009804-18 2014 8 22 0000 Direta de Inconstitucionalidade

Requerente: Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil do Estado de Rondônia

Advogado: Breno Dias de Paula (OAB/RO 399B)

Requerido: Município de Porto Velho – RO

Procuradores: Jose Luiz Storer Junior (OAB 761), Carlos Dobbis (OAB/RO 127), Geane Pereira da Silva Gouveia (OAB/RO 2 536), Jefferson de Souza (OAB/RO 1139) e Mirton Moraes de Souza (OAB/RO 563))

Relator: Desembargador Miguel Monico Neto

Decisão: por unanimidade, julgar parcialmente procedente para declarar inconstitucional apenas o artigo 4º da Lei Complementar nº 153/2002, nos termos do voto do relator.

Ementa: Ação direta de inconstitucionalidade de Lei Complementar Municipal Contribuição para o custeio de iluminação pública – COSIP Inconstitucionalidade material declarada parcialmente. A Lei Municipal, instituidora da Contribuição para o Custeio da Iluminação Pública- COSIP afronta a matriz constitucional tributária ao estipular como fato gerador o consumo individual de energia elétrica, pouco importando sua nomenclatura, se taxa (TIP) ou contribuição (COSIP), continuando a persistir a inconstitucionalidade. Ação direta de inconstitucionalidade julgada parcialmente procedente (a) Bel Jucelio Scheffmacher de Souza. Diretor do DEJUPLENO.


Fonte: Assessoria

Tag's: Rondoniaovivo, rondonia, oab, derruba, taxa, iluminacao, publica, energia, porto velho

GOSTOU DA MATÉRIA, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS E FAMILIARES:

69 99353-3037




PUBLICIDADE





Polícia | 22/05/2017 | 22:09
COLISÃO – Mulher é socorrida pelo SAMU após acidente na capital

Política | 22/05/2017 | 19:40
EM NOTA - Gurgacz afirma que não recebeu dinheiro da JBS

Política | 22/05/2017 | 19:29
Júnior Cavalcante tem pedido atendido de recuperação de ruas do Pedacinho De Chão

Política | 22/05/2017 | 19:11
Márcio do Sitetuperon diz que asfalto chega a Nova Califórnia em julho

Polícia | 22/05/2017 | 18:21
ROUBADA - Mulher é presa por receptação de motocicleta

Cultura | 22/05/2017 | 18:00
Concorra a abadás para o Street Hot Show

Política | 22/05/2017 | 17:51
Audiência Pública proposta por Léo Moraes discute reforma política

Candeias do Jamari | 22/05/2017 | 17:47
Começa restauração dos 28 km da rodovia de acesso ao distrito de Triunfo

Brasil | 22/05/2017 | 17:47
MP que autoriza saque do FGTS corre risco de não ser votada

Política | 22/05/2017 | 17:33
Delator da JBS cita propina para mais de 100 escritórios de advocacia

Concursos | 22/05/2017 | 17:24
OPORTUNIDADE – Estado abre concurso; fim do prazo para inscrições

Justiça | 22/05/2017 | 17:23
MPF acolhe pedido da OAB e arquiva notícia de fato contra advogadas

Política | 22/05/2017 | 17:11
Maurão de Carvalho vistoria início das obras de reasfaltamento em Cacoal

Pimenta Bueno | 22/05/2017 | 17:06
Homem tenta matar ex-mulher na frente dos filhos

Educação | 22/05/2017 | 16:58
Novo modelo do ENEM é aplicado no simulado do Colégio Objetivo

Jaru | 22/05/2017 | 16:43
Caminhoneiro foragido da Justiça é preso pela PRF

Rondônia | 22/05/2017 | 16:39
Sintero aguarda até o dia 09 de junho por proposta de realinhamento geral

Cultura | 22/05/2017 | 16:24
Viajar para o Peru ficou mais fácil, confira as novas regras de imigração

Esportes | 22/05/2017 | 16:12
Princesa/AM atropela o Real Ariquemes no Gilbertão

Rondônia | 22/05/2017 | 16:01
Mais de 100 mil jovens devem ser beneficiados com viagens gratuitas

Esportes | 22/05/2017 | 15:56
SÉRIE D - Genus e São Francisco/PA ficam no empate

Jaru | 22/05/2017 | 15:52
Nadadora jaruense obtém ótimo resultado na Copa da Amazônia de natação

Capital | 22/05/2017 | 15:37
INFRAESTRUTURA - Prefeito lança programa de asfaltamento urbano