69 99353-3037 | 69 3225-5866

Logo Rondoniaovivo - Notícias, Classificados e Banco de Empregos de Rondônia

Domingo, 20 de Agosto de 2017


Sábado, 20 de Março de 2010 às 10:30

69 99353-3037 COMUNICAR ERRO

Crianças pescam de Traíra à Acará em canal de esgoto formado pelo alagamento das chuvas que caem na Capital – Fotos e vídeo

A principal característica de uma cidade não pode ser medida por obras grandiosas nela instalada, nem por grandes empresas e indústrias que vão chegando, a característica de um município precisa ser medida pela qualidade de vida das pessoas que vivem nele. No caso de Porto Velho se tentarmos configurar uma definição de como é a capital de Rondônia através desse ponto chegamos a uma característica estarrecedora.
 
Essa análise vem diretamente da situação encontrada no bairro Lagoa, localizado na zona Leste da capital. Onde encontramos uma condição de vida que de passa longe dos números de crescimentos e projeções que Porto Velho vem apresentando.
 
Varias crianças já em idade escolar foram encontradas pela equipe de reportagem do RONDONIAOVIVO pescando na margem de um pequeno córrego que serve para levar os detritos da comunidade até um canal principal.
 
De acordo com as próprias crianças nesse córrego aparecem todos os tipos de peixe, e já é costume pescar no local, principalmente após os dias de chuva forte na capital onde o bueiro transborda e traz mais peixes.
 
“Aqui tem Traíra, Cascudo e Acará, a gente já pegou vários peixões nesse bueiro”, disse uma das crianças que estava no local.
 
Devido à ingenuidade e simplicidade dessas crianças, tudo não passa de uma grande diversão, porém a situação não é bem assim vista por outras perspectivas. O local é tomado por lama, onde um pouco mais a frente do bueiro onde ocorre a “pescaria” encontramos vários resíduos fecais humanos e de animais, uma grande parte dos detritos dos moradores desse bairro passam pelo bueiro.
 
Em uma matéria publicada nesta semana, o RONDONIAOVIVO mostrou crianças do bairro Cuniã, que para poderem ir para a escola tinham que passar por dentro de uma lama acumulada há vários dias, esses tipos de situação vem ocorrendo rotineiramente na capital de Rondônia. Crianças expostas a esse tipo de situação representam a que ponto chegamos no zelo de nossa comunidade.
 
Segundo o artigo 7° da Lei Federal n° 8.069, datada em 13 de julho de 1990, a criança e o adolescente têm direito a proteção à vida e à saúde, mediante a efetivação de políticas sociais públicas que permitam o nascimento e o desenvolvimento sadio e harmonioso, em condições dignas de existência.
 
Porém quando nos deparamos com situações como essas em que crianças pescam em bueiros repletos de detritos, em horário escolar em um bairro tomado pela lama, percebemos claramente que não estamos tendo uma primazia da gestão publica do município em atender e cuidar de suas crianças.
 

Ao serem indagadas se eles comiam os peixes pescados no local, as crianças não responderam, porém se comem ou não é uma questão atenuante, mas que não diminui ou aumenta em nada a forma como as crianças da periferia de Porto Velho vêm sendo tratadas.

 

 


Fonte: Rondoniaovivo.com - Texto: João Paulo Prudêncio - Imagens: Luiz Junior

Tag's: Rondoniaovivo,

GOSTOU DA MATÉRIA, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS E FAMILIARES:

69 99353-3037




PUBLICIDADE





Polícia | 12:23
EMBRIAGUEZ: Carro desgovernado invade bar, atinge 7 veículos e causa destruição

Polícia | 11:23
ADULTÉRIO: Mulher leva surra do marido ao flagrá-lo com outra em residência

Polícia | 10:34
ESTUPRO: Homem é preso suspeito de atacar mulher de amigo durante bebedeira

Polícia | 09:23
CAIU: Após roubo de moto e troca de tiros com a PM, suspeito acaba preso

Polícia | 09:03
NA ESCOLA: Adolescente é detido após dar coronhada e roubar arma de vigilante

Polícia | 08:02
CORRUPÇÃO: Conselheiro tutelar é flagrado recebendo propina em evento

Polícia | 19/08/2017 | 17:20
MORTE DE PARAQUEDISTA: Nota Amazonjump

Polícia | 19/08/2017 | 14:59
URGENTE: Ônibus escolar atropela e mata ciclista na BR-364

Polícia | 19/08/2017 | 12:45
VÍDEO: Tenente do Exército morre ao saltar de paraquedas

Blog de Ponta Cabeça | 19/08/2017 | 11:37
ARTIGO: Sou contra terapias de longa duração, por Rosângela Pedro

Rondônia | 19/08/2017 | 11:28
APAGÃO: OAB/RO reforça ​​cobrança à JF à adequação da rede de energia elétrica

Capital | 19/08/2017 | 10:45
DESOCUPAÇÃO: Moradores do Cuniã serão retirados nesta segunda-feira

Comércio e Indústria | 19/08/2017 | 10:55
Deu Match: O Boticário lança marca expert em cabelos

Ariquemes | 19/08/2017 | 10:43
Motociclista tem perna esmagada e pé arrancado em grave acidente na BR

Brasil | 19/08/2017 | 10:21
MEC prorroga prazo de inscrições para cursos técnicos do Pronatec

Brasil | 19/08/2017 | 10:19
Governo prevê economia de R$ 17 bilhões com fim de fraudes

Justiça | 19/08/2017 | 10:03
STJ: Nome de acusado por estupro não deve ser mantido em sigilo

Jaru | 19/08/2017 | 09:57
Proprietário de bar é agredido com golpes na cabeça

Esportes | 19/08/2017 | 09:54
RONDONIENSE SUB-20: Jogo deste sábado vale título e vaga na Copa SP

Polícia | 19/08/2017 | 09:51
Ex-marido é preso após tentar matar mulher a tiros

Rondônia | 19/08/2017 | 09:47
SAÚDE: Demanda de vítimas de acidentes de trânsito causa estrangulamento no sistema

Polícia | 19/08/2017 | 09:44
ZERINHO: Menor é detido fazendo manobra perigosa em moto

Rondônia | 19/08/2017 | 09:39
Lixão e aterro sanitário, qual a realidade em Rondônia?