69 99353-3037 | 69 3225-5866

Logo Rondoniaovivo - Notícias, Classificados e Banco de Empregos de Rondônia

Sexta-Feira, 22 de Setembro de 2017


Quinta-Feira, 18 de Maio de 2017 às 18:34 - Atualizado em Sexta-Feira, 19 de Maio de 2017 às 14:40

69 99353-3037 COMUNICAR ERRO

'Além de preto não sabe ler', diz escrivã de polícia para médico em delegacia

Uma escrivã da Polícia Civil de 58 anos foi presa nesta quinta-feira (18), acusada do crime de injúria contra um médico de 40. O fato aconteceu nas dependências da Delegacia Especializada em Acidentes de Trânsito, na capital.

 

Conforme informações prescritas no boletim de ocorrência de número 3749/2017, a vítima havia se envolvido em uma colisão de trânsito e foi até o orgão púbico registrar a ocorrência. O médico fez o relatório manuscrito e ao se dirigir  para obtenção da cópia  impressa, a servidora  perguntou o número da ocorrência. A vítima não compreendeu a numeração e preferiu entregar a anotação para a servidora. Neste momento, a suspeita teria dito: "Além de preto não sabe ler". A vítima, se sentindo ofendida, pediu que a mulher tivesse cuidado com as "brincadeiras". Inicialmente, o médico queria que a servidora fizesse apenas um pedido de desculpas formalmente no gabinete da corregedoria.

Porém, após conversar com o delegado de plantão no local e informar que possuía duas testemunhas do ocorrido, a funcionária pública recebeu voz de prisão e foi apresentada na Central de Flagrantes para as devidas providências.


Fonte: RONDONIAOVIVO

Tag's: Rondoniaovivo, rondonia, racismo, policia civil, medico

GOSTOU DA MATÉRIA, COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS E FAMILIARES:

69 99353-3037




PUBLICIDADE




Brasil | 21/09/2017 | 17:54
Brasil cria 35,5 mil vagas de trabalho formal em agosto, diz governo

Polícia | 21/09/2017 | 17:43
ATENTADO: Homem leva tiro enquanto dirigia caminhonete Hilux na capital

Rondônia | 21/09/2017 | 17:42
GREVE: Servidores da educação conquistam volta do quinquênio e revisão salarial

Theobroma | 21/09/2017 | 17:41
MP obtém condenação de vereadores por ato de improbidade administrativa

Polícia | 21/09/2017 | 17:22
TEMPESTADE: Muro de escola desaba durante forte chuva

Rondônia | 21/09/2017 | 17:19
RONDÔNIA: Trabalhadores dos Correios decidem nesta quinta se aderem à greve

Comércio e Indústria | 21/09/2017 | 16:44
Concorra a um Botox Capilar do Salão Accanto

Rondônia | 21/09/2017 | 16:43
Banco da Amazônia lança aplicativo para simulação de financiamentos

Polícia | 21/09/2017 | 16:21
PRF prende motorista armado com pistola na BR-364

Política | 21/09/2017 | 16:20
Vereador Edesio visita Semur com moradores de Porto Velho

Arquivo | 21/09/2017 | 16:11
Empresários bolivianos destacam importância do Porto Público da capital

Rondônia | 21/09/2017 | 16:09
NOVO LAR: Idoso da Casa do Ancião reencontra família após 64 anos

Capital | 21/09/2017 | 16:00
CEM: Clínicos gerais serão transferidos para as Upas da capital

Polícia | 21/09/2017 | 16:02
VENTANIA: Mulher é atingida na cabeça por placa de identificação de empresa

Rondônia | 21/09/2017 | 15:42
INOVAÇÃO: Aplicativo de mensagens em audiências ganha mais adeptos

Rondônia | 21/09/2017 | 15:51
Educação de jovens e adultos projeta qualificação profissional

Comércio e Indústria | 21/09/2017 | 15:52
ICMS/Substituição tributária e suas novas regras (Convênio ICMS 52/17 – Decreto 22.242/17)

Internacional | 21/09/2017 | 15:43
Goleiro é assassinado durante treinamento

Rondônia | 21/09/2017 | 15:37
Pesquisa desenvolvida identifica vírus causadores da diarreia

Política | 21/09/2017 | 15:39
Márcio Oliveira solicita benfeitorias para municípios

Educação | 21/09/2017 | 15:38
Almoxarifado e patrimônio público 28 e 29.09.2017

Rondônia | 21/09/2017 | 15:30
Aprovado mais de R$ 4 mi para compra de mudas de café clonal

Arquivo | 21/09/2017 | 14:15
Inscrições para 7º Prêmio MPRO de Jornalismo iniciam dia 1º de outubro