close
logorovivo2

Justiça manda incluir na certidão de óbito, nomes de vítimas de chacina

Na chacina foram mortas cinco pessoas, dentre eles João Pereira Sobrinho e Dagner Lemes Pereira, respectivamente, pai e filho, que acabaram sendo carbonizados pelos executores do crime,

RONDONIAOVIVO

21 de Março de 2018 às 14:30

Justiça manda incluir na certidão de óbito, nomes de vítimas de chacina

FOTO: (Rondoniaovivo)

O juiz Andresson Cavalcante Fecury, da 1ª Vara Cível de Vilhena, determinou a retificação das certidões de óbitos de dois trabalhadores rurais, cruelmente assassinados, em uma chacina ocorrida em 17 de outubro 2015, em um assentamento na zona rural da cidade.

 

Na chacina foram mortas cinco pessoas, dentre eles João Pereira Sobrinho e Dagner Lemes Pereira, respectivamente, pai e filho, que acabaram sendo carbonizados pelos executores do crime, na Associação Nova Canaã, que era palco de uma disputa por terras.

 

Durante todo esse tempo, as certidões de óbitos das duas vítimas estavam “sem identificação”, em virtude da omissão do Estado de Rondônia em realizar os exames de DNA nas amostras coletadas pela perícia, no Instituto Médico Legal.

 

As amostras eram compatíveis à de Fagner Evaristo Pereira, autor da ação na Justiça e parente das vítimas. A averbação será feita no Cartório de Registro Civil da Comarca de Vilhena.

 

Dois dos acusados na chacina de pai e filho, identificados por Eber Maciel da Costa e Marlos de Souza Cândido já foram julgados pelo Tribunal da 1ª Vara Criminal de Vilhena e condenados a 20 anos de prisão. Os outros dois acusados das três mortes aguardam julgamento.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS