close

PESAR: Amigos e familiares dão o último adeus a ‘Padre da Emater’

Cláudio tinha 51 anos e deixa a mulher Maria, e duas filhas: Líbera e Samilla

FOLHA DE RONDÔNIA

3 de Janeiro de 2020 às 16:40

PESAR: Amigos e familiares dão o último adeus a ‘Padre da Emater’

FOTO: (Divulgação)

 O corpo de um dos maiores expoentes da extensão rural de Rondônia, Cláudio Luiz Maretelli, o Padre da Emater, chegou hoje às 5 horas e está sendo velado em Ji-Paraná, na igreja Nossa Senhora Mãe dos Migrantes, próximo ao colégio Lauro Beno, primeiro Distrito. O enterro aconteceu hoje (03/01) às 16 horas.

 

 Padre da Emater morreu nos primeiros minutos de 2020, em consequência a um fulminante ataque cardíaco ocorrido em Coronel Freitas, cidade interiorana de Santa Catarina próxima à Chapecó. Ele estava de férias, com a família na casa de parentes, festejando a chegada do Ano-Novo quando coração do engenheiro agrônomo parou de bater. 

 

Cláudio tinha 51 anos e deixa a mulher Maria, e duas filhas: Líbera e Samilla – uma médica e a outra veterinária.   

 

Coronel de Freitas é a cidade catarinense na qual Padre a Emater nasceu.

 

Claudio Luiz estava na Emater desde dezembro de 1987. Tornou-se um dos mais queridos extensionistas da Emater. Seu trabalho sempre foi em campo e conheceu e auxiliou a maioria dos agricultores e pequenos produtores de Rondônia.   

 

Conforme apurou o repórter Edmilson Rodrigues, do Correio Central, Padre era diabético, cuidava bem da própria saúde e, recém, havia chegado de férias dos Estados Unidos.  Ele acabou indo para  Santa Catarina, para receber o novo ano ao lado da família e amigos da infância.  

 

A morte do Padre da Emater despertou um sentimento deperda profundo sentido pelos inúmeros amigos que estão repercutindo nas redes sociais a motivação do luto, como compartilhando depoimento de muitas histórias vividas com ele. 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS