close

ATACANDO PESSOAS: Sargento da PM mata pitbull com as mãos e dono do animal é preso

Acusado alegava ser parente de delegado e disse que já havia surrado um tenente

FOLHA DO SUL ONLINE

1 de Janeiro de 2020 às 09:43

ATACANDO PESSOAS: Sargento da PM mata pitbull com as mãos e dono do animal é preso

FOTO: (Divulgação)


Um homem de 55 anos foi preso e o cachorro dele, da raça pit bull, foi morto por um policial militar, na tarde de ontem, no bairro Assosset, em Vilhena.


 
A PM foi acionada por moradores, que acusavam o dono do animal de “estumá-lo” contra as pessoas que passavam pelo local. Ele chegou a soltar o cachorro para atacar um homem com quem discutia.


 
Quando a polícia chegou ao local dos fatos, notou que o dono era tão agressivo quanto seu cão. Ele disse aos policiais que era parente de um delegado, já havia batido num tenente e não tinha medo de ninguém. Também ameaçou “cortar no facão” os vizinhos que o haviam denunciado. “Vocês vão ver com quem estão falando”, chegou a disparar para os policiais.


 
No momento em que Izaias de Paula discutia com as autoridades, o cachorro dele avançou contra um policial, que disparou um tiro de espingarda calibre .12, mas não atingiu o cão. Desequilibrado, o PM caiu e foi atacado pelo pit bull.


 
Neste momento, um sargento que participava da ocorrência aplicou um mata-leão no cachorro, e o matou, por sufocamento, usando apenas as próprias mãos.


 
Ao ver o cão morto, o dono se descontrolou ainda mais, e tentou agredir os policiais, mas acabou imobilizado e algemado, sendo levado para a Unisp.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS