close

CAPTURADOS: Após fazer casal refém, assaltantes tentam fugir mas sofrem acidente

Roubo teria sido encomendado por vilhenense, que forneceu arma usada no crime

ROTA POLICIAL NEWS

18 de Novembro de 2019 às 11:01

CAPTURADOS: Após fazer casal refém, assaltantes tentam fugir mas sofrem acidente

FOTO: (Divulgação)

Após ter a casa invadida por assaltantes, um casal que mora no Centro de Chupinguaia foi vítima de roubo e cárcere privado. Os suspeitos que invadiram a casa e fugiram levando uma moto, deixando os moradores amarrados.


 
Os suspeitos chegaram à residência onde aconteceu o roubo, por volta das 6 horas da manhã do domingo (17). Encapuzados, disseram que queriam a moto do casal e entraram nos quartos a procura de dinheiro. Lá, ainda dispararam com uma arma de fogo. Após amarrar as vítimas e colocar panos em suas boas, os assaltantes fugiram levando a motocicleta, R$ 950 e três celulares.


 
O homem, que tem 48 anos, conseguiu se desamarrar e tentou ligar para a polícia. Como não conseguiu, foi ao quartel e relatou o caso. Em contato com as guarnições dos distritos, a PM de Chupinguaia soube que dois homens em uma moto com as mesmas características da que foi levada da vítima haviam sido vistos na RO-391, indo sentido ao distrito do Guaporé.


 
Diante da suspeita, os policiais do distrito de Novo Plano, que avistaram os suspeitos, passaram a segui-los e fecharam o cerco. Quando o homem que pilotava a moto tentou sair da estrada, caiu. Em seguida, ele e o comparsa foram capturados.


 
Já no quartel, ficou constatado que um dos envolvidos no roubo é um menor de idade. Já o outro suspeito tem 19 anos e disse que foram levados para Chupinguaia por volta das 5 horas da manhã por um morador de Vilhena. Esse homem seria também o dono da arma usada no assalto. Após o crime, o dinheiro e o revólver foram entregues para Junior, que voltou para onde mora.


 
Já sobre o disparo que feito dentro da casa das vítimas, o mais velho disse que aconteceu quando o menor bateu em sua mão, em um momento de pressa.


 
O Conselho Tutelar foi acionado para acompanhar o rapaz de 17 anos, que foi encaminhado para a Unisp de Vilhena, onde foram apresentados ao delegado de plantão.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS