close

GOLPE NO FACEBOOK: Morador de RO acusado de estupro é preso em MS se passando por mulher

No celular do suspeito foram encontrados fotos e vídeos de nudez de uma adolescente, de apenas 13 anos

CAMPO GRANDE NEWS

1 de Agosto de 2019 às 09:23

GOLPE NO FACEBOOK: Morador de RO acusado de estupro é preso em MS se passando por mulher

FOTO: (Divulgação)

Foragido da justiça pelo crime de estupro, Rodrigo Modesto de Almeida, de 35 anos, foi preso ontem (terça-feira, 30), em Rio Brilhante, cidade do interior do Mato Grosso do Sul. No celular do criminoso, que até se passava por policial para aplicar golpes na cidade, também foram encontrados fotos e vídeos de nudez de uma adolescente, de apenas 13 anos.


De acordo com o delegado Alexandre Neves, responsável pelo caso, a polícia chegou até ele após receber uma denúncia anônima, que informava não só o seu paradeiro, mas até o seu suposto envolvimento com o tráfico de drogas na região.


Segundo o site Rio Brilhanete em Tempo Real, no dia da captura, policiais militares e investigadores da Polícia Civil o encontraram em uma residência próxima da estação rodoviária de Rio Brilhante. No local, ele ainda tentou enganar a polícia dizendo que se chamava Thiago, mas acabou descoberto. O mandado de prisão contra Rodrigo foi expedido pela justiça de Rondônia onde ocorreu o estupro. O criminoso era morador da cidade de Cacoal (RO).



Golpes


Ainda de acordo com o delegado, o acusado aplicou um série de golpes, se passando como policial. A partir de um perfil falso no Facebook, Rodrigo se identificava como uma mulher e adicionava outros homens a quem pedia que enviasse fotos intimas pela rede social.


Na sequência, ele entrava em contato com os rapazes, se passando por policial e dizendo que havia um denúncia na delegacia sobre assédio sexual contra eles, devido as fotos enviadas. Para que a suposta denúncia não fosse registrada o homem exigia dinheiro.


Com os golpes, segundo o delegado, Rodrigo conseguiu cerca R$ 10 mil das vítimas. A princípio não foi confirmado que o acusado tem mesmo envolvimento com o tráfico de drogas. Contudo, o mandado de prisão por estupro foi cumprido e ele também deve responder por estelionato e por armazenar material infantil pornográfico.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS