close

VINHA DE MG: Bandidos abandonam carro após troca de tiros com a polícia na fronteira da Bolívia

Cerca de cinco homens embarcavam o carro em uma 'chata', ao avistarem os policiais, trocaram disparos contra os policiais que revidaram a ação

O MAMORÉ

30 de Julho de 2019 às 11:46

VINHA DE MG: Bandidos abandonam carro após troca de tiros com a polícia na fronteira da Bolívia

FOTO: (Divulgação)

Após uma intensa troca de tiros entre policiais de Guajará-Mirim e criminosos, um veículo roubado no estado de Minas Gerais foi abandonado quando estava em uma embarcação, pronto para ser cruzado para a Bolívia, cerca de 30 km da zona urbana do município de Guajará-Mirim/RO.

 

Segundo policiais lotados na Unidade Especializada de Fronteira (Unesfron) e no Serviço de Investigação, Vigilância e Captura (Sevic), da Polícia Civil, na tentativa de inibir o tráfico de drogas e armas, bem como o transporte de veículos furtados/roubados para o país boliviano utilizando de portos clandestinos existentes ao longo da zona rural do município, durante a noite desta segunda-feira, 29, realizavam diligências na altura do Ramal do Saldanha, onde recentemente veículos foram recuperados. 

 

Em uma propriedade, sem autorização, os criminosos entraram com o carro Renault Sandero, de cor branca, placas QPJ 0644, de Belo Horizonte/MG, e foram agrados pelos policiais. Cerca de cinco homens embarcavam o carro em uma 'chata', ao avistarem os policiais, trocaram disparos contra os policiais que revidaram a ação. Os criminosos fugiram para o mato, abandonando o carro, a embarcação e dois motores tipo rabeta. Os motores e carro foram apreendidos e transportados para o pátio da Delegacia de Polícia Civil. O proprietário do carro roubado foi informado da recuperação. Uma mochila contendo diversos papéis foi encontrada dentro do veículo. A embarcação cou no local da recuperação, devido a falta de condições para remover a 'chata'. O caso ainda está sendo investigo.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS