close
logorovivo2

MONITORAMENTO: Secretaria de Educação notifica empresa de ônibus por irregularidades

Abordagem surpresa constatou irregularidades e exigiu substituição de veículo

ASSESSORIA

20 de Março de 2019 às 14:52

MONITORAMENTO: Secretaria de Educação notifica empresa de ônibus por irregularidades

FOTO: (Divulgação)

A Secretaria Municipal de Educação notificou uma das empresas de transporte escolar que presta serviço à Prefeitura após flagrar e abordar monitora e motorista, em veículo rodando, sem que estejam cumprindo normas acordadas. A abordagem surpresa aconteceu na tarde de ontem, dia 19, na avenida Melvin Jones em Vilhena. O veículo na ocasião registrava o itinerário 52 com rota descrita Ivete Brustolin.

 

Percebi que o ônibus invadiu o canteiro da avenida, nas proximidades da escola Antonio Donadon. Parei o carro em que eu estava, solicitei que parassem o veículo também e entrei no ônibus. Constatei que o motorista e a monitora não estavam uniformizados, o que é obrigatório, conforme acordamos com as prestadoras no início do ano. Já antecipei in loco que iríamos notificar a empresa Vilhena Transportes, responsável pela rota”, explicou a professora Cristiane Ortiz, secretária-adjunta da Educação.

 

Na ocasião, o motorista informou que acabara de encontrar um problema mecânico no veículo, que foi imediatamente substituído, conforme prevê o contrato.

 

Ao saber do ocorrido, o prefeito Eduardo Japonês tomou a decisão de enrijecer as vistorias surpresas e abordagens de fiscalização. “Fazemos isso sempre, mas vamos nos concentrar ainda mais nessa tarefa. Isso tem que mudar e vamos fazer o que for necessário para a prestação de serviço seja qualidade e que, acima de tudo, ofereça segurança dos nossos alunos. Afinal, pagamos pra isso. Temos autonomia para notificar e caso seja necessário rescindir o contrato”, garantiu o prefeito Eduardo Japonês.

 

A Semed informa que vistorias mecânicas foram feitas com rigor a fim de garantir a segurança dos alunos no início do ano letivo. Avisa também que em função da alta trafegabilidade da frota, cerca de 5 mil quilômetros por dia, a seriedade das vistorias realizadas não garante problemas mecânicos pontuais que venham a surgir. “Isso não pode é ser tão frequente que atrapalhe o estudo ou segurança das crianças. Contudo, iremos aumentar nossa fiscalização e adotar condutas ainda mais rígidas para que, além das mudanças já propostas nessa gestão, consigamos findar com o histórico ruim do transporte escolar em Vilhena, que se arrasta há muitos anos”, assegurou o secretário de Educação, Clésio Costa.

 

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS