close
logorovivo2

PARECER: Contas do município de Jaru de 2017 são aprovadas pelo TCE

De acordo com o TCE-RO, do total da receita efetivamente arrecadada pelo município de Jaru, 52,11% foram gastos com pessoal

ASCOM TCE/RO

20 de Dezembro de 2018 às 10:24

PARECER: Contas do município de Jaru de 2017 são aprovadas pelo TCE

FOTO: (Divulgação)

Em sessão plenária, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RO) emitiu parecer prévio de que as contas do município de Jaru (Processo n. 1597/2018), relativas ao exercício 2017, estão aptas a receber aprovação pela Câmara de Vereadores local. 

 

A determinação não vale para as contas da Mesa Diretora do Legislativo Municipal, assim como para convênios e contratos firmados pelo município no referido exercício, além dos atos de ordenação de despesas eventualmente praticados pelo prefeito, os quais serão apreciados e julgados em separado da prestação de contas. 

 

 

LIMITES 

 

De acordo com o TCE-RO, do total da receita efetivamente arrecadada pelo município de Jaru, 52,11% foram gastos com pessoal, portanto, dentro do limite permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que é de 54%. 

 

Com referência aos limites constitucionais, a Prefeitura de Jaru, ao longo do exercício 2017, aplicou na Manutenção e Desenvolvimento do Ensino o percentual de 27,61% da receita e o equivalente a 20,04% em ações e serviços públicos de saúde. Nesses casos o mínimo legal exigido para aplicação é de 25% e 15%, respectivamente. 

 

Também cumpriu o Poder Executivo do município de Jaru as disposições constitucionais no que tange aos repasses ao Legislativo municipal com 7%, ou seja, dentro do limite legal permitido.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS