close
logorovivo2

RELATÓRIO: TCE reconhece 93,08% de eficiência no portal da Transparência de Machadinho

O Relatório publicado hoje pelo órgão fiscalizador das contas do Estado, reconhece a eficiência em que Machadinho D’Oeste está tendo quanto a transparência na aplicação da Lei que assegura a população o direito e o fácil acesso às informações públicas.

ASSESSORIA

19 de Dezembro de 2018 às 11:36

RELATÓRIO: TCE reconhece 93,08% de eficiência no portal da Transparência de Machadinho

FOTO: (Divulgação)

A prefeitura do Município de Machadinho D’Oeste recebeu na tarde desta terça-feira (18), um parecer do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE-RO), em que verificou-se nesta análise, que “o Portal de Transparência da Prefeitura Municipal de Machadinho do Oeste apresentou índice de transparência de 93,08%, o que é considerado elevado”. Frisa o documento.

 

O Relatório publicado hoje pelo órgão fiscalizador das contas do Estado, reconhece a eficiência em que Machadinho D’Oeste está tendo quanto a transparência na aplicação da Lei que assegura a população o direito e o fácil acesso às informações públicas.

 

O reconhecimento da transparência vem assinado pelo Conselheiro da Corte, Benetido Antônio Alves, Conselheiro Relator. A notícia não foi surpresa para o chefe do executivo municipal Leomar Patrício, Leomar disse que desde que assumiu a atual gestão, vem trabalhado junto com servidores para que todos saibam como e onde, como e quando estão sendo gasto cada centavo em que a prefeitura recebe ou arrecada.

 

“Ainda esses dias saiu uma matéria que dizia que o Município de Machadinho do Oeste havia ficado em último lugar, fato que lamentamos, mas com esse relatório de hoje, em que o Tribunal de Contas reconhece que Machadinho D’Oeste está com 93,08% de transparência em seu portal com certeza estaremos entre os 5 mais bem colocado, isso é mais que uma vitória, é um troféu que atribuímos aos servidores que não medem esforços e estão diuturnamente trabalhando para que essa cidade seja bem vista em todo o estado”. Comemorou o prefeito.

 

Por fim, o prefeito lembrou que a avaliação feita em 2017, atribui-se a precariedade em que o município herdou da gestão anterior. “Não tínhamos um scanner, todos os computadores viviam dando pane, não tinha nem como cobrar um bom trabalho do servidor, pois trabalhavam em péssimas condições, mas agora estamos em um novo prédio, com computadores novos, scaners e servidores qualificados, treinados e fazendo bem feito o que recomenda o Tribunal de Contas”. Pontuou o prefeito.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS