close
logorovivo2

TERROR: Sete da mesma família são feitos reféns durante assalto e bandido ameaça matar bebê

As vítimas foram mantidas reféns das 22:00h (o assalto começou antes, pouco depois das 20:00h) até a 1:40h da madrugada

FOLHA DO SUL ONLINE

12 de Outubro de 2018 às 13:32

TERROR: Sete da mesma família são feitos reféns durante assalto e bandido ameaça matar bebê

FOTO: (Divulgação)


Na noite de ontem (sexta-feira, 11), 7 pessoas de uma mesma família viveram momentos de terror, ao ficarem sob a mira das armas de assaltantes no bairro Cidade Verde 2, em Vilhena. Durante a ação, um dos marginais ameaçou disparar contra um bebê de apenas 4 meses.
 

Por telefone, o dono da casa atacada, um homem de 38 anos, aposentado desde 2016, após ser diagnosticado com câncer, deu detalhes do assalto. Ele contou que, depois de visitar uma irmã acidentada no Hospital Regional, voltou e estava preparando o jantar, quando viu um vulto passando pela janela.
 

Antes que a vítima pudesse reagir, o estranho entrou e colocou uma arma em sua cabeça. Logo em seguida, o comparsa dele apareceu e o levou para o quarto, onde estavam sua esposa e o filho recém-nascido. A criança começou a chorar e o criminoso avisou: se a mãe não a silenciasse, ele a mataria a tiros.

Antes de ir embora, a dupla perguntou se alguém mais chegaria à residência. O dono da casa informou que os parentes poderiam aparecer, vindo do hospital.

Neste momento, os dois primeiros assaltantes fugiram, levando a picape Hilux da família, mas deixaram outros três comparsas na casa. No momento em que a mãe, o irmão e a irmã do dono do imóvel chegaram, em companhia de um sobrinho de 4 anos, também foram rendidos e amarrados com o fio de um ferro elétrico, transformado em corda pelos assaltantes.
 

As vítimas foram mantidas reféns das 22:00h (o assalto começou antes, pouco depois das 20:00h) até a 1:40h da madrugada. O trio que havia concluído a ação deixou o local levando celulares, dinheiro e uma TV de 42 polegadas que estava na sala.
 

Só depois que se sentiram seguros, já que os bandidos haviam fugido, os dois homens conseguiram se libertar e foram até o quarto onde as mulheres também estavam amarradas. Depois, todos deixaram a casa e acionaram a polícia, mas nenhum dos suspeitos foi preso.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS