close

SIMERO: Sindicatos da saúde se unem e não assinam documento ardiloso enviado pela Sesau

As lideranças dos sindicatos se reunirão esta semana para cobrar um posicionamento da SESAU sobre o prazo da entrega da proposta do PCCR

ASSESSORIA

6 de Fevereiro de 2020 às 15:40

SIMERO: Sindicatos da saúde se unem e não assinam documento ardiloso enviado pela Sesau

FOTO: (Divulgação)

Desde o segundo semestre de 2019, o Sindicato Médico de Rondônia, juntamente com outros sindicatos da saúde lutam para que servidores da saúde sejam valorizados e que recebam o que lhes é de direito. O Plano de Carreira, Cargos e Remuneração (PCCR), por exemplo, é aguardado há mais de 15 anos pelos trabalhadores do estado.

 

Diversas reuniões foram realizadas com representantes das categorias de saúde, juntamente com a Secretaria de Estado da Saúde (SESAU) para debater a respeito das mudanças de escala, definição de número de plantão e encaminhamento do PCCR, entregue no dia 10 de dezembro aos deputados estaduais membros da Comissão da Saúde da Assembleia Legislativa e à Casa Civil.

 

O executivo tinha até o dia 10 de janeiro deste ano para apresentar a contraproposta da revisão do PCCR, porém na data estipulada, nada foi apresentado. Dia 20 de fevereiro é o prazo para a secretaria anunciar a empresa contratada para a elaboração do projeto do PCCR e até 20 junho a empresa deve dar o parecer sobre o Plano de Carreira, Cargos e Remuneração.

 

Os sindicatos da saúde estão reunidos em prol dos servidores do estado que exercem seus ofícios arduamente em hospitais com péssimas condições de trabalho. Na semana passada a secretaria da saúde encaminhou aos sindicatos, uma espécie de “acordo”  como forma de impedir, neste período de seis meses, movimentos legítimos da categoria. Não assinamos, pois tais atitudes por parte do executivo deixa claro que atuam para desmobilizar as categorias e tudo permanecer como está , um caos na saúde, e total desprezo pelas categorias que diuturnamente sofrem com esse caos! O descumprimento por parte da gestão dos acordos entabulados com as categorias, cada prazo não cumprido, demonstra que mais uma vez tentam ludibriar as classes! Não compactuaremos com nenhuma tentativa de calar as categorias, nem mesmo barganharemos o constitucional  direito de greve”,  afirmou Dra. Flávia Lenzi, presidente do SIMERO.

 

As lideranças dos sindicatos se reunirão esta semana para cobrar um posicionamento da SESAU sobre o prazo da entrega da proposta do PCCR, bem como outros assuntos de interesse dos servidores.

 

Participaram da reunião, membros do Sindicato Médico de Rondônia (SIMERO), Sindicato dos Trabalhadores da Saúde de Rondônia (SINDSAÚDE-RO), Sindicato dos Profissionais em Nutrição de Rondônia (SINDNUTRI), Sindicato dos Trabalhadores da Enfermagem de Rondônia (SINDERON), Sindicato dos Trabalhadores do Administrativo do Estado de Rondônia (SINTRAER), Sindicato dos Farmacêuticos de Rondônia (SINFAR), Sindicato dos Profissionais em Radiologia do Estado de Rondônia (SIPRARON) e Conselho Estadual da Saúde (CES-RO).

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS