close

VOLTA ÀS AULAS: Ipem alerta pais sobre os cuidados na hora de comprar o material escolar

Segundo o especialista, os pais devem redobrar a atenção na hora de comprar o material escolar dos filhos, pois alguns materiais podem colocar a segurança das crianças em risco

SECOM - GOVERNO DE RONDÔNIA

23 de Janeiro de 2020 às 09:41

VOLTA ÀS AULAS: Ipem alerta pais sobre os cuidados na hora de comprar o material escolar

Itens como: certificação, idade e composição do produto devem ser observados, alerta o Ipem FOTO: (SECOM-GOVERNO DE RONDÔNIA)

As equipes do Instituto de Pesos e Medidas de Rondônia (Ipem –RO ) iniciaram, nesta semana (21), a fiscalização denominada “Operação Volta às Aulas” em papelarias da capital.

 

Segundo o especialista em metrologia do Ipem, Igor Argento, com a proximidade do período escolar, o trabalho é intensificado para proteger o cidadão. A operação vai até o dia 20 de fevereiro, e será realizada tanto em Porto Velho quanto no interior.

 

Além de verificar os preços e a qualidade dos produtos, também verificamos como eles são expostos. Nós sempre orientamos que as papelarias sigam o que é previsto pelo Inmetro, que trata sobre a certificação e os devidos cuidados, dando confiabilidade ao consumidor”, explicou o especialista.

 

 

OBSERVE ANTES DE COMPRAR

 

Segundo o especialista, os pais devem redobrar a atenção na hora de comprar o material escolar dos filhos, pois alguns materiais podem colocar a segurança das crianças em risco. Por isso o especialista alerta sobre a importância de verificar bem os produtos que serão comprados, e até optar por deixar as crianças em casa, para uma melhor análise dos produtos.

 

Dentre as dicas de segurança, Igor cita algumas importantes. “O primeiro passo é sempre analisar a origem do produto, observar se possui o selo do Inmetro, verificar o tamanho, a textura, e para qual idade ele é indicado”.

 

A dona de casa Zaida Matos parabenizou o governo por mais uma fiscalização “Me sinto mais segura”.

 

No caso de matérias cortantes, como tesouras, compasso, entre outros materiais, é preferível optar pelo mais seguro. “No caso das tesouras, escolha as que possuem pontas redondas; olhe sempre as tintas, e demais materiais líquidos, que podem conter substâncias que trazem risco à saúde”, alertou o especialista.

 

Ele explica ainda que Inmetro divulga todos os anos listas com os nomes dos materiais escolares que foram inspecionados e que estão de acordo com as normas de segurança. Essas listas podem facilmente ser acessadas através do link.

 

A dona de casa Zaida Matos aprovou a fiscalização, e disse que o consumidor se sente mais seguro. “Eu fiquei muito feliz em ver o pessoal fiscalizando as papelarias. A gente realmente se sente mais seguro, até porque não é difícil encontrar produtos falsificados e de origem duvidosa por aí. Com esse trabalho, a gente tem mais confiança”, destacou a consumidora.

 

O diretor técnico do Ipem, Otoniel Maia, acrescentou ainda que as fiscalizações foram intensificadas em Rondônia, uma das metas do governo do Estado para garantir mais segurança aos consumidores.

 

O presidente do Ipem, Aziz Rahal Neto, conforme pedido do governador coronel Marcos Rocha, tem dado cumprimento às fiscalizações que estão sendo realizadas em vários estabelecimentos de Rondônia. Em 2019 fizemos várias operações em parceria com outros órgãos, e prestamos todas as orientações necessárias. Este ano não será diferente”, concluiu o diretor técnico.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS