close

SINDSAÚDE: Executivo estadual vai apresentar contraproposta de revisão do PCCR da saúde dia 10 de janeiro

A contraproposta será analisada em assembleia geral da categoria antes de ir a votação

ASSESSORIA

4 de Dezembro de 2019 às 18:02

SINDSAÚDE: Executivo estadual vai apresentar contraproposta de revisão do PCCR da saúde dia 10 de janeiro

FOTO: (Divulgação)

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde no Estado de Rondônia (SINDSAÚDE), Célia Campos, disse nesta quarta-feira 04.12, que o Executivo estadual confirmou que irá apresentar no dia 10 de janeiro de 2020, a contraproposta da revisão do Plano de Cargos, Carreira e Remuneração dos servidores da saúde.

 

A data foi estipulada em uma audiência ocorrida hoje na reunião extraordinária da comissão de Saúde da Assembléia Legislativa do Estado e que contou com a presença do SINDSAÚDE, Simero, Sintraer, e Sinderon e de representantes da Casa Civil, Sesau, Sefin, PGE, e da Sepog, do Governo de Rondônia.

 

Segundo Célia Campos, o Sindsaúde apresentou na reunião aos deputados presentes e representantes do Executivo uma minuta da proposta do PCCR. A proposta será agora analisada pelos técnicos do Governo que apresentará sua contraproposta aos sindicatos representativos no início de 2020.

 

De acordo com a sindicalista a proposta apresentada pelo SINDSAÙDE, contempla todos os servidores estaduais da saúde e foi elaborada dentro de uma realidade do próprio Estado, baseada em estudos já realizados, discutidos e aprovados na proposta anterior. "É preciso bom senso. Não adianta exagerar no aumento, sem levar em conta a real situação financeira do Estado", comentou.

 

Célia ressaltou que, a reunião na Comissão de Saúde se transformou em um ato oficial e foi lavrada em ata, a pedido do Sindsaúde, para que o Governo do Estado cumpra os prazos estabelecidos na negociação e não alegue desconhecimento. A minuta do PCCR foi protocolada também na Casa Civil. Caso a proposta não seja considerada satisfatória, a categoria poderá aprovar uma greve geral no setor.

 

"A direção do sindicato tem adotado uma postura de extrema vigilância com a questão do PCCR dos servidores da saúde. Estamos sendo diligentes e redobrando a atenção nos mínimos detalhes para que a questão seja finalmente resolvida. A categoria cansou de esperar e por isso estamos concentrando nossos esforços para vencer esse desafio", finalizou Célia Campos.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS