close

TRANSPORTE ESCOLAR: Serviço é paralisado novamente e comunidade se revolta com Hildon Chaves

Moradores denunciam que os ônibus pararam de transportar os estudantes há cerca de 20 dias

RONDONIAOVIVO

4 de Novembro de 2019 às 16:07

TRANSPORTE ESCOLAR: Serviço é paralisado novamente e comunidade se revolta com Hildon Chaves

FOTO: (Divulgação)

Revoltada com a crise do transporte escolar em Porto Velho que já se arrasta há mais de dois anos e vem deixando os filhos de produtores rurais sem direito ao devido acesso à sala de aula, a comunidade de União Bandeirantes, distrito localizado há aproximadamente 160 quilômetros do perímetro urbano da capital de Rondônia, fechou, na tarde desta segunda-feira(4), a Escola Municipal 03 de Dezembro(foto).

 

Essa unidade de ensino atende aproximadamente mil alunos em três períodos e constantemente os estudantes são impossibilitados de acompanhar o ano letivo em decorrência da falta ou precariedade nos ônibus escolares que prestam esse serviço.

 

Relatos afirmam que a comunidade está indignada e armada com facões, exigindo o retorno do transporte dos estudantes. O serviço foi paralisado, novamente, há 20 dias. Os moradores exigem uma ação rápida por parte do prefeito Hildon Chaves (PSDB) para que os alunos não sejam mais lesados como foram durante todo o ano de 2019.

 

Sem ônibus

 

Nesta segunda-feira (4), a empresa que vinha prestando o serviço de forma precária decidiu retirar todos os ônibus das linhas rurais, o motivo foi o final do contrato. Essa empresa é suspeita de práticas de corrupção, motivo da deflagração da Operação Ciranda após investigação da Polícia Federal e Controladoria Geral da União.

 

Estima-se que aproximadamente quatro mil estudantes estão novamente impedidos de assistirem as aulas pela falta do serviço de transporte escolar. O Ministério Público deverá entrar mais uma vez no caso.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS