close

BRASIL: Exportações de veículos brasileiros têm queda de 35% no ano

Crise da Argentina, comprador de carros do Brasil, explica resultado; vendas no mercado interno cresceram 9,9% de janeiro a setembro

ESTADÃO CONTEÚDO

8 de Outubro de 2019 às 15:30

BRASIL: Exportações de veículos brasileiros têm queda de 35% no ano

FOTO: (Divulgação)

As exportações brasileiras de veículos caíram 7,1% em setembro ante igual mês do ano passado, somando 36,6 mil unidades, informou, nesta segunda-feira (07/10/2019), a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

 

O volume é 0,2% menor que o de agosto. De janeiro a setembro foram embarcados 337,5 mil veículos, queda de 35,6% em relação a igual intervalo do ano passado. O recuo se deve sobretudo à crise da Argentina, principal comprador de veículos brasileiros.

 

No mercado interno, as vendas cresceram 10,1% em setembro ante o mesmo mês do ano passado, totalizando 234,8 mil unidades vendidas, considerando os segmentos de automóveis, comerciais leves e unidades.

 

O resultado divulgado pela Anfavea confirma números publicados na semana passada pela Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), que representa as concessionárias.

 

Houve queda nas vendas de 3,3% na comparação com agosto. No acumulado do ano, foram emplacadas 2,03 milhões de unidades, alta de 9,9% em relação a igual intervalo do ano passado.

 

Produção cresce, mas montadores seguem demitindo


A produção de veículos cresceu 10,9% em setembro ante igual mês do ano passado, segundo a Anfavea, alcançando 247,3 mil unidades.

 

Na comparação com agosto, houve queda de 8,3%. No acumulado do ano até setembro, as montadoras fabricaram 2,26 milhões de unidades, alta de 2,9% em relação a igual período do ano passado.

 

Apesar do aumento da produção no ano, as montadoras seguem demitindo. Foram fechadas 215 vagas em setembro e 4.542 em 12 meses. No fim de setembro, o setor contava com 127.938 funcionários, baixa de 3,4% em comparação com setembro do ano passado.

 

Máquinas agrícolas


As vendas internas de máquinas agrícolas e rodoviárias caíram 5,2% no mês em relação a setembro de 2018, chegando a 4,7 mil unidades vendidas. O resultado é 11,4% maior que o registrado em agosto. No acumulado do ano, são 32,6 mil vendidas, queda de 5,7% em relação a igual período de 2018.

 

Na produção, o segmento de máquinas agrícolas e rodoviárias teve recuo de 16,6% em setembro ante igual mês do ano passado, com a fabricação de 4,8 mil unidades. Em relação a agosto, o resultado aponta retração de 14,2%. De janeiro a setembro, as fábricas acumulam a produção de 41,3 mil unidades, baixa de 10,6% sobre igual intervalo do ano passado.

 

Nas vendas para o mercado externo, as variações também são negativas. Foram mil unidades vendidas ao exterior em setembro, queda de 11,6% em relação a igual mês do ano passado e de 19,7% na comparação com agosto. No acumulado do ano, a contração é de 0,4%, com a exportação de 9,7 mil unidades.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS