close

TRANSPORTE ESCOLAR: “Três alunos fora da escola já é vergonhoso”, diz historiador sobre crise na capital

Fernando Leão é um dos fundadores das escolas Caminho do Meio, que possuem uma proposta diferenciada de educação baseada no budismo

DA REDAÇÃO

3 de Agosto de 2019 às 09:56

TRANSPORTE ESCOLAR: “Três alunos fora da escola já é vergonhoso”, diz historiador sobre crise na capital

FOTO: (Divulgação)

Historiador e membro atuante educação nos últimos 30 anos no Brasil, Fernando Leão, é vice-presidente do Instituto Caminho do Meio, entidade social que é gestora das escolas Caminho do Meio, em Viamão, no Rio Grande do Sul; e Vila Verde, na cidade de Alto Paraíso de Goiás; tendo sido diretor pedagógico desta última até o ano de 2018.

 

Integrante da Comunidade Ativadora do Programa Escolas Transformadoras desde 2015 e coautor de dois livros: O Ser e o Agir Transformador – Para Mudar a Conversa Sobre Educação; e Criatividade: Mudar a Educação e Transformar o Mundo; Fernando Leão se manifestou em entrevista concedida ao jornal eletrônico Rondoniaovivo em relação à crise no sistema de ensino em Porto Velho que vem deixando quase duas mil crianças fora da sala de aula.

 

De acordo com o educador, já seria uma vergonha para qualquer governante deixar ao menos três crianças sem direito à escola e que a situação encontrada em Porto Velho foi uma triste surpresa para ele. “Não sabia dessa situação que a população de Porto Velho está passando”, disse surpreso.

 

Fernando Leão esteve na capital rondoniense para realizar palestras promovidas pelo Centro de Estudos Budistas e Bodsativa de Porto Velho. A entrevista completa vai ao ar pelo Facebook no programa Conexão Rondoniaovivo com Ivan Frazão, nesta segunda-feira (5) às 10h.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS