close

POSITIVO: 17ª Brigada Príncipe da Beira fecha semestre com mais de 120 ações na Amazônia

No contexto, foram realizadas patrulhas terrestres, fluviais e aéreas, e inspeções nos principais rios, estradas, aeródromos e áreas ambientais

ASSESSORIA

9 de Julho de 2019 às 11:04

POSITIVO: 17ª Brigada Príncipe da Beira fecha semestre com mais de 120 ações na Amazônia

FOTO: (Divulgação)

No 1º semestre do ano de 2019, a 17ª Brigada de Infantaria de Selva (17ª Bda Inf Sl) concluiu com êxito todas as suas atividades, tendo realizado 119 Operações e 18 Ações Cívico-Sociais (ACISO); dentre elas, destacam-se as Operações Ágata Escudo, Curaretinga e Curare, com a finalidade de coibir delitos transfronteiriços como narcotráfico, contrabando e descaminho, tráfico de armas e munições, além de combater crimes ambientais e garimpos ilegais, colaborando com a melhoria da segurança da região e do País, e a Operação de Garantia da Lei e da Ordem Tranca Forte (Op GLO) no perímetro externo do Presídio Federal de Porto Velho (RO).

 

No contexto dessas operações, foram realizadas patrulhas terrestres, fluviais e aéreas, e inspeções nos principais rios, estradas, aeródromos e áreas ambientais. Sempre com viés interagências, a Brigada Príncipe da Beira contou com a participação de diversas Instituições parceiras como: Polícia Federal (PF); Polícia Rodoviária Federal (PRF); Agência Brasileira de Inteligência (ABIN); Fundação Nacional do Índio (FUNAI); Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (IBAMA); Secretarias Estaduais de Saúde de Rondônia e do Acre; Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI); e Órgãos de Segurança Pública (OSP) dos estados de Rondônia, do Acre e do Amazonas.

 

Os seguintes resultados tangíveis foram obtidos por meio das operações realizadas no primeiro semestre de 2019, cujo valor tangível estimado ultrapassa R$ 43 milhões:

 

Inspeções: 34.058 veículos leves e motos; 12.223 caminhões, ônibus e vans; 2.169 pedestres; 1.837 embarcações; 23 inspeções em aeródromos; e 04 reconhecimentos de locais com pista de pouso clandestina e/ou não regularizada.

 

Patrulhas: 183 patrulhas terrestres e 169 patrulhas fluviais.


Apreensões mais significativas: 30 embarcações/dragas de garimpo e 08 motores; 139 maquinários diversos; 20 motosserras; 24 veículos leves; 21 motos; 16 tratores; 09 caminhões; 07 Kg de drogas; 1.668 produtos de contrabando e descaminho; R$ 1.002.296,00 (dinheiro em espécie); 60 Kg de carne e pescado; 6.504 litros de combustível; 11.448 m³ de madeira irregular; 17 celulares; 39 armas; 11.465 munições de diversos calibres; e 2.450 Kg de explosivos.

 

Prisões: 113 Autos de Prisão em Flagrante Delito (APFD) e foragidos da Justiça.

 

Fiscalização de Produtos Controlados: 32 fiscalizações em pedreiras; 105 fiscalizações de pessoas jurídicas, com 04 empresas autuadas; 45 fiscalizações de pessoas físicas; e 693 armas destruídas.

 

Além disso, todas as operações tiveram uma vertente social de apoio humanitário que se estendeu pelas comunidades adjacentes aos Pelotões Especiais de Fronteira (PEF) e pelas comunidades onde se desenvolveram as atividades operacionais. Nessas ACISO foram realizados 3.031 atendimentos médicos, 1.276 atendimentos odontológicos, 782 procedimentos diversos de prevenção de saúde, 23 pequenas cirurgias, 448 exames, e 1.972 medicamentos distribuídos. Esse apoio representa um valor estimado superior a R$ 560 mil.

POSITIVO: 17ª Brigada Príncipe da Beira fecha semestre com mais de 120 ações na Amazônia
POSITIVO: 17ª Brigada Príncipe da Beira fecha semestre com mais de 120 ações na Amazônia
POSITIVO: 17ª Brigada Príncipe da Beira fecha semestre com mais de 120 ações na Amazônia

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS