close

REDE NACIONAL: Porto Velho é citada como exemplo do “Brasil abandonado”

Atualmente em Porto Velho mais de mil alunos da rede de ensino pública que moram nas zonas rural e ribeirinha da cidade estão sem acesso à escola

RONDONIAOVIVO

26 de Junho de 2019 às 11:31

REDE NACIONAL: Porto Velho é citada como exemplo do “Brasil abandonado”

FOTO: (Rondoniaovivo)

Âncora do Jornal da Band, palestrante e radialista, o jornalista Eduardo Oinegue, utilizou a gestão pública de Porto Velho como o exemplo do “Brasil abandonado”. A citação foi durante o seu programa de rádio e TV Band News.

 

Oinegue comentou sobre a reportagem publicada no jornal Folha de São Paulo neste último final de semana, que relatou a crise no transporte escolar que vem deixando mais de mil crianças fora da sala de aula em Porto Velho, tema recorrente nas pautas do jornal Rondoniaovivo desde o ano passado.

 

VEJA MAIS

 

 

 

 

 

 

De acordo com o âncora jornalístico, “Tem um Brasil para ser arrumado por prefeitos, governadores, Governo Federal, que tá abandonado. Esse Brasil abandonado é o que tem mil crianças fora da sala de aula em Rondônia”, afirmou Eduardo Oinegue.

 

Atualmente em Porto Velho mais de mil alunos da rede de ensino pública que moram nas zonas rural e ribeirinha da cidade estão sem acesso à escola desde o ano passado. Em alguns casos existem escolas que estão sem transporte aos estudantes desde o ano de 2017.

 

Exposta na grande mídia nacional, essa condição vergonhosa para a cidade de Porto Velho é um abalo considerável na imagem já fragilizada do prefeito Hildon Chaves (PSDB), que repassou o serviço de transporte fluvial das comunidades ribeirinhas para o Governo Estadual. Apesar dessa mudança na gestão desse tipo de transporte, muitos estudantes ainda não estão sendo atendidos, prejudicando o futuro desses jovens.

 

Prefeito Hildon Chaves (PSDB)

 

Uma ação já corre no Ministério Público Estadual responsabilizando as autoridades públicas competentes por esse crime cometido contra os estudantes dessas localidades, entre os nomes apontados está o próprio Hildon Chaves.

 

A previsão apresentada pela Secretaria Municipal de Educação, responsável pelo transporte terrestre rural, para a realização da licitação ordinária que finalmente irá definir a empresa responsável pelo serviço e sua competência é para o próximo mês de julho.

 

Se tudo der certo, esses alunos passarão o final e o começo do próximo ano dentro de sala de aula, desestruturando os planejamentos familiares e modificando a rotina de muitas comunidades.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS