close

SÉRGIO MORO: O ministro melhor avaliado fez certo em trocar a vida de juiz pela a de ministro? - Por Vick Bacon

Confira a coluna

POR VICTORIA BACON

10 de Abril de 2019 às 15:28

SÉRGIO MORO: O ministro melhor avaliado fez certo em trocar a vida de juiz pela a de ministro? - Por Vick Bacon

FOTO: (Divulgação)

Sérgio Moro é o ministro que está salvando o governo do presidente Jair Bolsonaro segundo as pesquisas realizadas tanto em enquetes distribuídas nas Redes Sociais quanto a do Data Folha.

 

Moro em sua fala inaugural de Ministro da Justiça disse: “Eu não assumiria um papel de ministro da Justiça com risco de comprometer a minha biografia". Essa resposta foi dada, após um jornalista indaga-lo acerca de ter trocado pelo cargo de juiz federal com notoriedade e reconhecimento internacional.

 

Houve especulações acerca do então juiz federal Sérgio Moro ter aceitado o convite em se tornar Ministro da Justiça do presidente Jair Bolsonaro para posteriormente ser nomeado Ministro do Supremo Tribunal Federal, posição que quase foi alcançada em 2014 quando a Associação dos Magistrados Federais do Brasil o indicou para o cargo em virtude da aposentadoria do então ministro Joaquim Barbosa. Após quatro meses, a presidente Dilma Rousseff nomeou o jurista Edson Fachin.

 

Há cinco anos, o então juiz federal Sérgio Moro iniciava a Operação Lava Jato em Curitiba. Ganhou tanta notoriedade que foi eleito o Brasileiro do Ano por votação da Revista Época. Sérgio Moro chegou a ser cogitado candidato à presidência da República nas eleições de 2018 com 60% de aprovação em pesquisas de intenção, ultrapassando o nome de Lula, porém recusou o convite de partidos para se tornar candidato.

 

O alcance de ótimo e bom na opinião pública do ministro Sérgio Moro atingiu 59% e 93% sabem que ele é o atual ministro da Justiça e Segurança Pública.

 

A avaliação de Sérgio Moro ocorre num momento crucial do governo Bolsonaro que tem índices bem menores de aceitação e aprovação. Entre os que o avaliaram como ruim, Sérgio Moro tem a menor rejeição entre todos os ministros de Estado desde que a pesquisa iniciou em 1989.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS