close
logorovivo2

ALERTA TOTAL: Cheia do Rio Machado se agrava em Ji-Paraná atingindo vários bairros

A chuva de seis horas seguidas que caiu na madrugada de hoje em Ji-Paraná, (360 quilômetros de Porto Velho), alagou e interditou inúmeras ruas da cidade e já desabrigou cerca de 60 famílias da área ribeirinha.  Confira vídeo com imagens aéreas.

DA REDAÇÃO

22 de Fevereiro de 2019 às 15:29

 

O Rio Machado está beirando os 12 metros, ficando acima do leito e da calha, com isso todos os igarapés que desaguam nele acabam sendo represados. Uma situação que, somado as constantes chuvas isola boa parte das principais ruas do centro da cidade por onde passa canal do Igarapé Dois de Abril, além dos bairo que margeiam o Rio Urupá.

 

VIAS

As avenidas Seis de Maio e Cloves Arraes, que dão acesso do centro aos bairros Urupá e Terceiro Distrito estavam isoladas boa parte da manhã de hoje, assim como um trecho da avenida 22 de Novembro, que dá acesso aos Bairros Casa Preta, Aurélio Bernardi e até mesmo um dos principais acessos à universidade São Lucas – antiga Ulbra no primeiro DIstrito, não tem como passar – só via BR-364.

 

Pela manhã o transito teve congestionamento em todos os semáforos da Avenida Marechal Rondon, tanto no bairro dois de Abril, como no Centro do Primeiro Distrito. Bairros como São Pedro, parte do Dom Bosco, Primavera, São Francisco, parte do Casa Preta e toda as margens dos rio Urupá e Machado estão afetados pela enchente.

 

No bairro Duque de Caxias, um dos mais afetados pela cheia do rio, as residências ficaram alagadas e os moradores precisaram usar embarcações para saírem das casas com a mudança.

 

Segundo a coordenadora da Defesa Civil, Meire Zanettin, os bairros mais afetados são: São Francisco, Centro, Primavera, Casa Preta, entre outros pontos, que já apresentam alagamentos por causa do transbordamento de canais, atingindo também os bairros, Bela Vista e Dom Bosco.


DEFESA CIVIL

A defesa Civil e o Corpo de Bombeiros estão recebendo pedidos de ajuda desde a madrugada de hoje e a tendência é crescer o numero de desabrigados. Mais de 50 famílias que moram em áreas de risco estão desalojadas no município de Ji-Paraná por causa do transbordamento do Rio Machado. Outras nove famílias também estão desabrigadas, segundo a Defesa Civil Municipal.


Ainda segundo a Defesa Civil, todas as famílias desabrigadas estão alojadas no ginásio de esportes Adão Lamota, sendo assistidos pela prefeitura, e os desalojados foram para casa de parentes. “A probabilidade é que o Rio Machado suba ainda mais o nível porque o período chuvoso vai até março”, disse Meire Zanettin.

 

A Defesa Civil disponibiliza durante 24 horas o telefone de urgência 193 para as famílias que necessitarem de ajuda. Cerca de 300 famílias residem em áreas de risco nas proximidades do Rio Machado.

 

RO-135

 

As fortes chuvas que caíram em Ji-Paraná causaram vários transtornos para a cidade e um deles foi o risco de desabamento das cabeceiras da Ponte do Rio Urupá, localizada na RO-135, estrada que liga Ji-Paraná ao distrito Nova Londrina e BR-429.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS