close
logorovivo2

PROPOSTA: Ensino Médio Integral é a aposta para melhorar educação em Rondônia

A coordenadora de Núcleo de Educação Integral, professora  Edna Carla Neves do Amaral Batista, está otimista quanto aos resultados em 2019

SECOM

5 de Fevereiro de 2019 às 10:54

PROPOSTA: Ensino Médio  Integral é a aposta para melhorar educação em Rondônia

Alunos da Escola Brasília, em Porto Velho FOTO: (Secom)

Em Rondônia, 11 escolas fazem parte do Programa Escola Novo Tempo – Ensino Médio em Tempo Integral, que teve início em 2016 com a proposta de melhorar a qualidade do ensino nos estabelecimentos da rede estadual de Educação por meio da adesão ao Programa de Fomento ao Ensino Médio em Tempo Integral do Ministério da Educação (MEC).

 

De acordo com a Secretaria Estadual de Educação (Seduc), as escolas contempladas com o projeto são: Escola Estadual de Ensino Médio de Tempo Integral (EEEMTI) Simon Bolivar – Guajara Mirim, EEEMTI – Brasilia – Porto Velho, EEEMTI – Heitor Villa Lobos – Ariquemes, EEEMTI – Capitão Silvio de Farias, EEEMTI – Alejandro Yague – Ji Paraná, EEEMTI 7 de Setembro – Espigão do Oeste, EEEMTI Josino Brito – Cacoal, EEEMTI Marechal Cordeiro de Farias – Pimenta Bueno, EEEMTI Juscelino Kubitschek – Alta Floresta, EEEMTI – Candido Portinari – Rolim de Moura e EEEMTI Marechal Rondon – Vilhena.

 

Em Rondônia o programa é regido pelas Lei Complementares nº 940 e 958/2017, sendo aprovado pelo Conselho Estadual de Educação – CEE pela Resolução 1238/2018.

 

A gerente de Educação Básica, professora Rosane Seitz Magalhães, disse que o Programa Escola do Novo Tempo atendeu nos anos de 2017 e 2018,  7.500  estudantes com Ensino Médio em Tempo Integral e a proposta pedagógica tem por base a ampliação da jornada escolar e a formação integral e integrada do estudante, tanto nos aspectos cognitivos, quanto nos aspectos sócio emocionais, observados os seguintes pilares: aprender a conhecer, a fazer, a conviver e a ser.

 

A coordenadora de Núcleo de Educação Integral, professora  Edna Carla Neves do Amaral Batista, está otimista quanto aos resultados em 2019, haja vista que nos anos anteriores o programa conquistou excelentes resultados de aprendizagem, sendo que no ano de 2018 sagrou-se com:  94% de Aprovação e apenas,-  1% de Abandono.

 

Com base na divulgação dos resultados do Ideb destaca-se  que essas escolas tiveram excelente resultados ficando  cinco escolas de tempo integral entre os primeiros colocados em proficiência das escolas de ensino médio do Estado de Rondônia:  Rolim de Moura – EEEMTI Candido Portinari – 5,2 (1º lugar), – Espigão do Oeste – EEEMTI 7 de Setembro – 5,1 (2º lugar), – Alta Floresta – EEEMTI Juscelino Kubitschek – 5,0 (3º lugar), – Ariquemes – EEEMTI Heitor Villa Lobos – 4,9 (4º lugar) e – Ji Paraná – EEEMTI Alejandro Yague Mayo – 4,8 (5º lugar)”, destacou Amaral.

 

Ensino Médio em Tempo Integral funciona com carga horaria diária de 9h30 em tempo integral, trabalhando nos três Eixos Formativos – Formação Acadêmica de Excelência, Formação para a Vida e Competências para o Século XXI, além das praticas de Exito como Tutoria, Nivelamento e Protagonismo Juvenil. O Objetivo principal do Programa é o Jovem e o seu Projeto de Vida!

 

Para beneficiar-se é necessário procurar uma escola próxima e efetuar a sua matrícula.

 

Segundo o secretário da Seduc, Suamy Lacerda, o Programa Escola do Novo Tempo atua visando a formação do jovem e seu projeto de vida, com ações pautadas no Plano de Ação de 2019,  atuará nas premissas de Protagonismo, Formação Continuada, Excelência em Gestão, Corresponsabilidade e Replicabilidade, com objetivos e metas especificas para cada ação.

 

A Seduc tem como visão ser referência em Educação Integral na Região Norte até o ano de 2024 e a missão  é  assegurar ao estudante uma educação de qualidade que atenda seu projeto de vida, proporcionando às escolas condições de oferecer um desenvolvimento cognitivo, à ampliação de valores necessários para o convívio com a sociedade e um caminho para seu sucesso no mundo de trabalho.

 

Hoje, a Gerência de Educação Básica tem a professora Rosane Seitz Magalhães como gerente; a coordenadora de Núcleo de Educação Integral é a professora Edna Carla Neves do Amaral Batista e foi montada a equipe de  Equipe de Implantação, com  Adriana Nobre (Coordenadora Geral), Jaqueline Almeida (Especialista em Infraestrutura), Luciana Nobre (Especialista Pedagógica), Elisângela Araujo (Especialista em Gestão) e Icaro Targino (Especialista em Gestão Publica – Vetor Brasil).

RESPONDA NOSSA ENQUETE:

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS