close
logorovivo2

BUSCAS: FAB entra em ação para localizar avião que decolou de RO e desapareceu no MT

Desde o final da tarde de ontem, redes sociais de aviação acompanharam o voo até cerca de 150 quilômetros do destino, na região de Poconé quando buscava se aproximar do Aeroporto de Várzea Grande.

DA REDAÇÃO

1 de Dezembro de 2018 às 10:09

BUSCAS: FAB entra em ação para localizar avião que decolou de RO e desapareceu no MT

FOTO: (Divulgação)

 

Desde o final da tarde de ontem, redes sociais de aviação acompanharam o voo até cerca de 150 quilômetros do destino, na região de Poconé quando buscava se aproximar do Aeroporto de Várzea Grande.

 

A aeronave prefixo PT-ICN que decolou ontem (30) as 5h30 de Pimenta Bueno com destino a  Santo Antônio do Leverger (MT), cerca de 40 quilômetros de Cuiabá. Equipes de resgates da Força Aérea Brasileira (FAB) iniciaram as buscas pelo avião e grupos de redes sociais de aviação acompanharam o voo até cerca de 150 quilômetros do destino, quando desceram a quatro mil pés.

 

VEJA MAIS:

 

BUSCAS INICIADAS: Aeronave que saiu de Rondônia desaparece dos radares

 

As buscas teriam sido iniciadas na região de Poconé (MT), que faz parte da rotina de mapa de voo, para aproximação ao aeroporto de Várzea Grande. O trajeto faz a volta pelo morro da cidade de Santo Antônio do Leverger, que dá a direção para a cabeceira da pista de Várzea Grande, ou então para pouso na cidade.

 

A aeronave estava ocupada por dois tripulantes, piloto e co-piloto. Um dos pilotos é funcionário da empresa Cairu. O co-piloto é Marcelo Balestrin, de 40 anos, que já morou em Vilhena e hoje reside em Pimenta Bueno. O pai dele ainda vive em Vilhena e mãe acompanha a situação de Portugal, onde está neste momento. O piloto segundo informações tem o primeiro nome de Jhony. 

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS