close
logorovivo2

MOBILIDADE URBANA: Semtran recebe demanda de pessoas com deficiência para Plano de Mobilidade Urbana

Sugestões foram apresentadas durante reunião no início deste mês na Escola Saul Bennesby

ASSESSORIA

14 de Novembro de 2018 às 15:45

MOBILIDADE URBANA: Semtran recebe demanda de pessoas com deficiência para Plano de Mobilidade Urbana

FOTO: (Assessoria)

"Os desafios para tornar a nossa cidade mais acessível”, foram tema de reunião realizada no início deste mês, na Escola Municipal Saul Bennesby, Bairro Eletronorte, pela Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transporte (Semtran). Na ocasião, apontamentos foram feitos para inclusão no Plano de Mobilidade Urbana, que está em fase de desenvolvimento pela Semtran. Participaram do encontro cerca de 70 pessoas, entre pessoas com deficiências (PCDs) e seus familiares.

 

De acordo com Jailton Delogo, auditor do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE/RO) cedido ao Município, com a reunião, foi possível a tomada de conhecimento das reais necessidades das pessoas com deficiências e agora, se possível, será viabilizado o atendimento às sugestões.

 

Entre as demandas apresentadas estão, por exemplo, a verificação de proteção no interior dos ônibus nas áreas reservadas a pessoa com deficiência; estudo para criação de linhas de ônibus para ligação entre Zona Sul e Hospital de Base; a fiscalização de calçadas e de obras de calçadas da empresa Global na Zona Sul (Rua Tamareira, no Conceição) e tampas de bueiros nas proximidades. Além disso, verificar a quantidade de ônibus com rampas em funcionamento do sistema de transporte coletivo urbano.

 

 

Delogo ainda destacou que a conscientização dos empresários para não uso das vias e calçadas públicas e a reimplantação do programa de pessoa com deficiência na Prefeitura também foram propostas. "Foi sugerida ainda a criação de uma equipe especializada para desenvolver a estimulação precoce para crianças especiais, de 0 a 3 anos de idade. Atendimentos nas Unidades de Saúde de um profissional intérprete de Libras e a realização de palestras educativas para funcionários do Consórcio SIM, além da promoção de esportes e lazer para pessoas com deficiência".

 

 

Aplicativo

 

Um outro ponto em questionamento foi quanto a existência de um aplicativo de celular com rotas e horários de ônibus. De acordo com a secretário da Semtran, Carlos Henrique da Costa, há um aplicativo do próprio consórcio SIM (atual concessionária do transporte público coletivo), mas não é funcional. "Além desse, há um aplicativo de celular utilizado em vários lugares do mundo, o Moovit®, que será alimentado com as informações necessárias aos usuários para que então este aplicativo tenha funcionalidade".

 

 

 

Licitação

 

Outras demandas serão repassadas ao Consórcio SIM para viabilizar as melhorias necessárias. O secretário ainda informou que o novo processo licitatório para a concessão do transporte público coletivo contemplará requisitos básicos, como: ônibus com 100% de acessibilidade e 10% da frota com ar-condicionado, priorizando os que fazem as rotas mais longas.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS