close
logorovivo2

PADROEIRA DO BRASIL: Confira a programação para o Dia de Nossa Senhora Aparecida

Saiba onde acontece a programação em Porto Velho para os devotos de Nossa Senhora Aparecida, sua história e aparição.

RONDONIAOVIVO

11 de Outubro de 2018 às 17:39

PADROEIRA DO BRASIL: Confira a programação para o Dia de Nossa Senhora Aparecida

FOTO: (Divulgação)

 

Nesta sexta-feira (12) é feriado nacional do Dia de Nossa Senhora de Aparecida, padroeira do Brasil. E o Santuário de Nossa Senhora de Aparecida, que se localiza no bairro JK, Zona Leste de Porto Velho realizará uma grande homenagem a Santa durante o dia todo.

                                   (Foto: João Vitor Muniz/Rondoniaovivo)

 

A programação se inicia a partir das 5h30 da manhã e segue até o final da noite às 23h, segundo a organização do evento. Às 10h da manhã será celebrada a Santa Missa Especial para o Dia das Crianças, também comemorado em 12 de outubro, com sorteios de prêmios, distribuição de pipoca, refrigerantes e brincadeiras.

 

                                         (Foto: João Vitor Muniz/Rondoniaovivo)

 

No total serão seis missas em comemoração à data alusiva a Santa. Confira a sequência da programação:

 

Manhã

 

5:30: Solene Alvorada (Martinho – Anibal);

6:00: 1ª Missa do dia (Ministros e Pastoral Dízimo) (Frei Faustino Ivar José Brunetto);

8:00: 2ª Missa do dia (pastoral do idoso e pastoral juvenil) (Frei Faustino Paludo);

9:00: Carreata de Nossa Senhora Aparecida;

10:00:  3ª Missa do dia (Missa das crianças – catequese) (Frei Luciano de Souza Santos) ;

11:20: Reza do terço (terço dos homens);

12:00: 4º Missa do dia (Legião de Maria e RCC) (Frei Kellycio Medeiros);

 

Tarde

 

15:00: Terço (Freis Pós-Noviço);

16:00: 5ª Missa do dia (Missa da saúde – Pastoral familiar e Pastoral do batismo) (Frei Luciano de Souza Santos);

18:00: Procissão Luminosa (Anim. Frei Faustino e Equipe Liturgia);

 

Noite

 

19:30: Missa de encerramento e coroação (Pastoral Litúrgica e Equipes Santuário) (Dom Roque Paloschi);

21:30: Sorteio do festival de prêmios;

23:00: Fogos luminosos e encerramento dos festejos e celebrações.

 

 

12 de Outubro

 

Dia da Padroeira, Nossa Senhora Aparecida (Feriado Nacional de acordo com a Lei 6.802/80). No mesmo dia comemora-se também: Dia das Crianças, Dia Nacional da Leitura (a partir de 2009 - Lei nº 11.899), Dia Nacional dos Fanzines, Dia do Cirurgião Pediátrico, Dia do Engenheiro Agrônomo, Dia do corretor de seguros, Dia do mar.

 

A data celebra também aniversário das cidades: Aniversário da cidade de Tupã, no estado de São Paulo, Aniversário da cidade de Rubiataba no estado de Goiás, Aniversário da cidade de Itumbiara no estado de Goiás, Aniversário da cidade de Gama no Distrito Federal, Aniversário da cidade de Seropédica, no estado do Rio de Janeiro e Aniversário da cidade de Águas Lindas de Goiás, no estado de Goiás.

 

Outros Santos também são celebrados no dia, como no caso: Nossa Senhora da Conceição Aparecida e Virgem do Pilar.

 

História

 

Nossa Senhora da Conceição Aparecida, popularmente chamada de Nossa Senhora Aparecida, é a padroeira do Brasil.Venerada na Igreja Católica, Nossa Senhora Aparecida é representada por uma pequena imagem de terracota da Virgem Maria, atualmente alojada na Basílica de Nossa Senhora Aparecida, localizada na cidade de Aparecida, em São Paulo.

 Sua festa litúrgica é celebrada em 12 de outubro, um feriado nacional no Brasil   desde 1980, quando o Papa João Paulo II consagrou a Basílica, que é o quarto   santuário mariano mais visitado do mundo, capaz de abrigar até 45.000 fiéis.

 

 Há duas fontes sobre o achado da imagem, que se encontram no Arquivo da   Cúria Metropolitana de Aparecida (anterior a 1743) e no Arquivo da Companhia de   Jesus, em Roma: a história registrada pelos padres José Alves Vilela, em 1743,   e  João de Morais e Aguiar, em 1757, cujos documentos se encontram no   Primeiro Livro de Tombo da Paróquia de Santo Antônio de Guaratinguetá.

 

Segundo os relatos, a aparição da imagem ocorreu na segunda quinzena de outubro de 1717, quando Pedro Miguel de Almeida Portugal e Vasconcelos, conde de Assumar e governante da capitania de São Paulo e Minas de Ouro, estava de passagem pela cidade de Guaratinguetá, no vale do Paraíba, durante uma viagem até Vila Rica.

 

O povo de Guaratinguetá decidiu fazer uma festa em homenagem à presença de Dom Pedro de Almeida e, apesar de não ser temporada de pesca, os pescadores lançaram seus barcos no Rio Paraíba com a intenção de oferecerem peixes ao conde. Os pescadores Domingos Garcia, João Alves e Filipe Pedroso rezaram para a Virgem Maria e pediram a ajuda de Deus.

 

Após várias tentativas infrutíferas, desceram o curso do rio até chegarem ao Porto Itaguaçu. Eles já estavam a desistir da pescaria quando João Alves jogou sua rede novamente, em vez de peixes, apanhou o corpo de uma imagem da Virgem Maria, sem a cabeça. Ao lançar a rede novamente, apanhou a cabeça da imagem, que foi envolvida em um lenço.

 

 

Após terem recuperado as duas partes da imagem, a figura da Virgem Aparecida teria ficado tão pesada que eles não conseguiam mais movê-la. A partir daquele momento, os três pescadores apanharam tantos peixes que se viram forçados a retornar ao porto, uma vez que o volume da pesca ameaçava afundar as embarcações. Esta foi a primeira intercessão atribuída à santa.

 

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS