close
logorovivo2

PORTO VELHO: Defesa Civil divulga número de telefone para vistoria de prédios em situação de risco

Pelo menos 10 construções comerciais e habitacionais são monitoras pela Defesa Civil em Porto Velho

COMDECOM

18 de Setembro de 2018 às 13:35

PORTO VELHO: Defesa Civil divulga número de telefone para vistoria de prédios em situação de risco

FOTO: (COMDECOM)

Considerando os fortes ventos, decorrentes dos temporais que são comuns nessa época do ano, a Defesa Civil Municipal de Porto Velho intensificou o trabalho de vistoria e fiscalização em prédios e demais construções que estão abandonadas e que representam perigo à comunidade, na capital.

 

Para identificar as edificações que precisam ser vistoriadas, a Defesa Civil Municipal divulgou, inclusive nas redes sociais, dois números telefônicos (199 e/ou 3901-3019) para os quais a população pode ligar e requerer o trabalho da equipe de vistoria.

 

“A solicitação também pode ser feita in loco, na sede da Defesa Civil, na Rua José do Patrocínio, região central da capital”, informou o coordenador da Defesa Civil, Marcelo Silva dos Santos.

 

O trabalho de vistoria, segundo Marcelo Santos, é realizado sem ônus ao solicitante. “Desde o início do ano já foram realizadas 12 vistorias”, acentuou, acrescentando que Porto Velho tem pelo menos 10 prédios que estão em situação de risco e que são observados de perto pela Defesa Civil. “Temos prédios na região central da cidade e alguns construídos pelo PAC que estão interditados ou com aviso de alerta”, salientou.

 

De acordo com o coordenador, após o trabalho de vistoria, a Defesa Civil emite parecer informando se há risco de colapso na estrutura. O documento é entregue ao dono do prédio. “No parecer, nós indicamos as providências que devem ser adotadas pelo proprietário. Na maioria dos casos, é feita vistoria preventiva para evitar acidentes”.

 

Em fiscalizações recentes, a Defesa Civil embargou um ponto comercial localizado na região central e um prédio habitacional que fica na área Norte da cidade. “Nos próximos dias, vamos vistoriar os casebres que ficam ao longo da Estrada de Ferro Madeira Mamoré - alguns devem ser removidos para que seja feita revitalização da ferrovia”, salientou Marcelo Santos.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS