close
logorovivo2

GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA: Médico especialista da Astir esclarece patologias

Em caso de urgência e emergência a paciente deverá ser conduzida ao Servilo de Pronto Atendimento com médico 24 horas

ASSESSORIA ASTIR

14 de Setembro de 2018 às 16:56

GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA: Médico especialista da Astir esclarece patologias

Médico Brasil A. – Especialista em ginecologia e obstetrícia FOTO: (Assessoria Astir)

O médico, Brasil A., especialista em ginecologia e obstetrícia há mais de 40 anos esclarece algumas patologias que acometem as mulheres.

 

De acordo com o médico algumas pacientes apresentam algumas enfermidades que apenas o profissional especialista poderá diagnosticar e tratar corretamente, tais como:

 

 

Sífilis

 

A sífilis é uma Infecção Sexualmente Transmissível (IST) curável e exclusiva do ser humano, causada pela bactéria Treponema pallidum. Pode apresentar várias manifestações clínicas e diferentes estágios (sífilis primária, secundária, latente e terciária). Nos estágios primários e secundários da infecção, a possibilidade de transmissão é maior. A sífilis pode ser transmitida por relação sexual sem camisinha com uma pessoa infectada, ou para a criança durante a gestação ou parto.

 

 

Prevenção

 

O uso correto e regular da camisinha feminina ou masculina é uma medida importante de prevenção da sífilis. O acompanhamento das gestantes e parcerias sexuais durante o pré-natal de qualidade contribui para o controle da sífilis congênita.

 

 

Sintomas

 

Sífilis primária

 

  • Ferida, geralmente única, no local de entrada da bactéria (pênis, vulva, vagina, colo uterino, ânus, boca, ou outros locais da pele), que aparece entre 10 a 90 dias após o contágio. Essa lesão é rica em bactérias.
  • Normalmente não dói, não coça, não arde e não tem pus, podendo estar acompanhada de ínguas (caroços) na virilha.

 

 

Sífilis secundária

 

  • Os sinais e sintomas aparecem entre seis semanas e seis meses do aparecimento e cicatrização da ferida inicial.
  • Podem ocorrer manchas no corpo, que geralmente não coçam, incluindo palmas das mãos e plantas dos pés. Essas lesões são ricas em bactérias.
  • Pode ocorrer febre, mal-estar, dor de cabeça, ínguas pelo corpo.

 

 

Sífilis latente – fase assintomática

 

  • Não aparecem sinais ou sintomas.
  • É dividida em sífilis latente recente (menos de dois anos de infecção) e sífilis latente tardia (mais de dois anos de infecção).
  • A duração é variável, podendo ser interrompida pelo surgimento de sinais e sintomas da forma secundária ou terciária.

 

 

Sífilis terciária

 

  • Pode surgir de dois a 40 anos depois do início da infecção.
  • Costuma apresentar sinais e sintomas, principalmente lesões cutâneas, ósseas, cardiovasculares e neurológicas, podendo levar à morte.

 

Tratamento

 

Apenas o médico é o profissional qualificado para emitir receituário de medicamentos.

 

Candidíase Vaginal

 

A candidíase vaginal é uma infecção muito comum na mulher devido ao aumento da população do fungo Candida albicans, que está normalmente presente na flora da região íntima da mulher, mas que se desenvolve muito em algumas situações.

 

A candidíase vaginal é mais freqüente em grávidas e mulheres com o sistema imune enfraquecido e, algumas das principais causas incluem o uso excessivo de antibióticos ou corticóides, a diabetes ou os maus hábitos de higiene, porque facilitam o crescimento de fungos.

 

Porém, a candidíase vaginal tem cura e o seu tratamento deve ser feito com o uso de comprimidos que se podem tomar ou colocar na vagina ou mesmo com pomadas antifúngicas receitadas pelo ginecologista, como também a sífilis e outras doenças, apneas o profissional médico está apto a emitir a competente receita.

 

Além disso, a candidíase vaginal não é uma doença sexualmente transmissível, mas durante o tratamento o casal deve utilizar preservativo para evitar transmitir fungos de uma pessoa para a outra e, em muitos casos, o tratamento deve ser feito também pelo homem, mesmo que não tenha sintomas, para evitar a recorrência da infecção.

 

Brasil A. fala que em outra oportunidade discorrerá sobre diferentes patologias que afligem a mulher.

 

O vice-diretor executivo da Astir, Subtenente PM Mauro Seibert informa os associados que o ambulatório disponibiliza profissionais médicos especialistas em ginecologia e obstetrícia conforme segue: 

 

Faiane Rodrigues

Gineco/Obst.

 Quinta

 07:00/13:00

Agendado

110

214

Maria Riva

Ginecologista

Seg. Qua. 

13:00

Agendado

99

146

Almerindo Brasil

Gineco/Obst.

Seg/Qua.

07:00

Agendado

80

131

 

Em caso de urgência e emergência a paciente deverá ser conduzida ao Servilo de Pronto Atendimento com médico 24 horas, 7 dias por semana, e ainda com equipe de enfermagem padrão, outros médicos de sobreaviso e rede conveniada, caso o médico decida por transferir a associada, disse Seibert.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS