close

EXAMES: Médica pediatra da Astir orienta os pais

De acordo com a pediatra o hemograma completo revela os valores de referência, geralmente, variam de acordo com o sexo e idade do paciente.

ASSESSORIA ASTIR

16 de Agosto de 2018 às 09:02

EXAMES: Médica pediatra da Astir orienta os pais

Médica especialista em pediatria – Kátia Bastos FOTO: (Assessoria Astir)

A médica, Kátia Bastos, especialista em pediatria orienta os pais sobre exames de rotina que podem ser solicitados durante a consulta, para diagnosticar de algumas patologias, as quais através dos exames de fezes (EPF), urina (EAS) e hemograma completo podem ser identificadas e tratadas corretamente pela pediatra.

 

 

De acordo com a pediatra o hemograma completo revela os valores de referência, geralmente, variam de acordo com o sexo e idade do paciente, no entanto, também é possível observar diferenças nos valores dependendo do laboratório onde foi feita a colheita.

 

O hemograma é utilizado para avaliar determinados aspectos sanguíneos como o número de glóbulos vermelhos, leucócitos e plaquetas, sendo uma boa forma para identificar a presença de infecções, excesso de ferro ou de anemia, por exemplo.

 

Para interpretar os resultados do hemograma completo, apenas o profissional médico poderá analisar, pois nem sempre existe uma alteração nos valores do exame significa que existe um problema de saúde.

 

Já o exame de fezes (EPF) pode ser requerido pela médica para avaliar as funções digestivas, quantidade de gordura nas fezes ou ovos de parasitas, sendo útil para saber como está a saúde do pequeno paciente. A pediatra de posse do resultado poderá receitar ou não os fármacos para combater verminose, ou seja, a decisão é da pediatra.

 

Com referência ao exame de urina (EAS), a médica explica que pode ser identificada infecção e também serve para diagnosticar problemas que afetam o sistema renal e urinário, existindo três tipos principais: o exame de urina tipo 1, o exame de urina de 24 horas e o exame de urocultura, que geralmente são realizados num laboratório de análises clínicas e nenhum deles necessita de jejum.

 

O exame de urina tipo 1 é o mais comum pois é um bom indicativo geral da saúde, mas existem outros parâmetros que também devem ser levados em consideração. 

 

O exame de urina tipo 1, que também é chamado de exame de urina EAS - Elementos Anormais do Sedimento, serve para analisar o pH da urina e a presença de elementos na urina que podem ser indicativos de alguns problemas, como:

 

Nitritos

Proteínas

Urobilinogênio

Densidade da urina

Cetonas

​Leucócitos

Glicose

Bilirrubina

Sangue

     

 

Além desses elementos, através da visualização da urina no microscópico é possível verificar a presença de cristais, fungos e bactérias, que podem indicar insuficiência renal, infecções, por exemplo.

 

Este exame de urina é feito através da coleta da primeira urina da manhã colocando num recipiente de plástico. A coleta pode ser feita em casa, mas o recipiente da urina deve ser levado ao laboratório em cerca de 30 a 60 minutos, conforme requisição da médica.

 

“A coloração da urina tem que ser amarelo claro, porém se a cor estiver alterada para amarelo forte ou até mesmo com tonalidade de guaraná, pode ser que a criança não esteja hidratada o aceitável; Nesse caso os pais devem oferecer no mínimo 1,2/ 1,5/2,0 litros de água por dia, com horários espaçados, dependendo da idade da criança”.

 

 Na dúvida leve seu filho para consultar com a pediatra, pois poderá evitar patologias futuras que podem ser diagnosticados com antecedência e assim mais fácil de serem tratados, disse Kátia Bastos.

 

A MÉDICA ALERTA: NÃO OFEREÇA MEDICAMENTOS, CHÁS CASEIROS E OUTROS SEM RECEITUÁRIO MÉDICO, POIS PODEM SER PERIGOSOS PARA SAÚDE DA CRIANÇA, PRINCIPALMENTE ANTIBIÓTICOS, ANTIINFLAMATÓRIOS, XAROPES, ANTIALÉRGICOS ESTIMULANTES DO APETITE, ANTIANEMICOS, ENTRE OUTROS. A AUTOMEDICAÇÃO EM ALGUNS CASOS PODE LEVAR ATÉ O ÓBITO POR ANAFILOXIA E/OU OUTRAS EMERGÊNCIAS MÉDICAS.

 

O diretor executivo da Astir, CB PM Alan Mota fala que a pediatra atende todas as segundas e quartas-feiras, das 08h00min às 11h00min no ambulatório por ordem de chegada. M caso de urgências e emergências leve seu filho ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA), que atende 24 horas, 7 dias por semana com médico, equipe de enfermagem padrão, entre outros profissionais de saúde de sobreaviso.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS