close
logorovivo2

PORTO VELHO AGORA: Concurso de Redação e 35 anos da Ameron são abordados na TV Gazeta

O presidente da Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia, desembargador Alexandre Miguel, falou sobre as comemorações do aniversário dos 35 anos da Ameron.

ASSESSORIA - AMERON

21 de Junho de 2018 às 17:37

PORTO VELHO AGORA: Concurso de Redação e 35 anos da Ameron são abordados na TV Gazeta

FOTO: (Assessoria - Ameron)

Convidado a participar do programa Porto Velho Agora da TV Gazeta, canal 25, o presidente da Associação dos Magistrados do Estado de Rondônia, desembargador Alexandre Miguel, falou sobre as comemorações do aniversário dos 35 anos da Ameron. Na ocasião, o magistrado também divulgou o concurso de redação alusivo aos festejos de boda de coral da instituição que vai abranger os alunos das escolas públicas de todo estado.

 

Ao longo de aproximadamente 25 minutos de entrevista, o desembargador Alexandre Miguel, lembrou do pioneirismo dos primeiros juízes que tomaram posse no recém-criado Estado de Rondônia e implantaram a Ameron, entidade associativa que tem como propósito fundamental a defesa pelas prerrogativas da magistratura. “Não são privilégios, são prerrogativas em defesa da função. Algumas profissões precisam ter essas prerrogativas para que possam desempenhar bem aquela atividade que foi constituída para tal. Na maioria das vezes há um certo desconhecimento no sentido de entender os motivos pelos quais a magistratura e outras profissões detém esse direito. Essas garantias asseguram ao magistrado julgar sem se preocupar com eventual questão política, ou envolvimento com poder econômico ou de qualquer foram que venha a influenciá-lo em uma tomada de decisão”, explica o magistrado.

 

Durante o programa comandado pelo apresentador Edielson Souza, o presidente da Ameron também comentou sobre uma série de atividades programadas para comemorar o aniversário dos 35 anos da instituição e das ações realizadas para buscar a melhoria na prestação jurisdicional. “A Ameron não é um clube de lazer, pois dada a importância da profissão de magistrado, a Associação desempenha um papel que vai muito além de apenas realizar atividade interna entre os juízes. Hoje há uma preocupação muito grande quanto ao aprimoramento da Justiça e outras instituições. Desde quando assumimos temos feito um diálogo franco com a comunidade, a sociedade em geral e demais Poderes”, afirma o presidente da Ameron.

 

As verbas de prestação pecuniária, bem como a abertura do edital para contemplar projetos sociais com os recursos arrecadados de penas e medidas alternativas e o concurso de redação que terá a inscrição aberta até o dia 15 de julho também foram tratados na entrevista.

 

 

Concurso de Redação

 

As redações devem seguir os critérios estabelecidos no edital que pode ser baixado no endereço eletrônico www.ameron.org.br e o tema proposto é “A atuação da Justiça como guardiã dos Direitos e na Defesa da Cidadania”. Ao todo serão três categorias avaliadas: Redação I (alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e EJA – Educação de Jovens e Adultos), Redação II (alunos do 1º ao 3º ano do Ensino Médio, na modalidade Regular e Ensino Técnico e alunos da modalidade Jovens e Adultos – EJA seriado - do 1º ao 3º ano do Ensino Médio) e Escola (os estabelecimentos de ensino da rede pública que desenvolverem atividades de sensibilização e mobilização escolar juntamente com a comunidade escolar local, em torno do tema do Concurso).

 

Nas Categorias Redação I e Redação II, os vencedores em primeiro lugar receberão um notebook, totalizando um ganhador em cada categoria. Os segundos lugares receberão um tablet cada um. Os professores cujos alunos foram vencedores na sua categoria, receberão um notebook cada um. Os professores das escolas que orientaram as redações dos alunos vencedores de todas as categorias, e os segundo e terceiros colocados serão agraciados com um certificado de honra ao mérito. Em todas as categorias, os autores das redações classificadas em segundo e terceiro lugares receberão um Certificado de reconhecimento do mérito e uma medalha de honra.

 

Na Categoria-Escola, serão premiados os três estabelecimentos de ensino da Rede Pública que melhor realizarem o Plano de Mobilização Escolar com um projetor cada um. O critério avaliado será pela escola que tiver maior quantidade de aluno entre os 50 estudantes mais bem posicionados na classificação geral.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS