close
logorovivo2

Confúcio e Tião Viana cobram solução urgente para conter o tráfico na fronteira

Ninguém aguenta mais tanta notícia ruim, afirma Confúcio Moura

DA REDAÇÃO

11 de Outubro de 2017 às 15:56

Confúcio e Tião Viana cobram solução urgente para conter o tráfico na fronteira

FOTO: (Divulgação)

Os governadores Confúcio Moura (RO) e Tião Viana (AC) querem soluções emergenciais para combater o tráfico de drogas, armas e munições nas fronteiras da Amazônia. O assunto foi pauta da reunião dos chefes do Executivo dos dois estados com o presidente Michel Temer nesta terça-feira,10.

"Tivemos a oportunidade de falar de segurança pública e seus desdobramentos, como o sistema prisional, proteção de fronteiras e inteligência integrada”, afirmou Confúcio Moura após a audiência.

 Segundo ele, inciativas como esta permitem a reação contra a violência que atormenta a população. “Ninguém aguenta mais tanta notícia ruim”, acrescentou ele.

Os representantes dos dois estados também defenderam a criação de um Fundo Nacional de Segurança Pública e do Conselho Nacional de Segurança Pública, órgão focado em idealizar ações emergenciais de combate ao narcotráfico.

Questionado sobre os recursos do Fundo Penitenciário Nacional, Tião explicou que o programa anunciado pelo governo no início deste ano não tem interface com os estados.

“Hoje, a nossa polícia estadual prende mais que a polícia da União, mas elas não falam a mesma linguagem, não têm inteligência integrada, não têm ações planejadas. De nada adianta uma política nacional que esteja dissociada da realidade”, avaliou o governador do Acre.

 
Encontro

No próximo dia 27, será realizado em Rio Branco, no Acre, um encontro entre os governadores de Rondônia, Acre, Amazonas, Pará, Roraima, Amapá, Mato Grosso, Maranhão e Tocantins, assim como sete governadores do Peru, seis da Colômbia, cinco do Equador e três da Bolívia para criar uma agenda com medidas que buscam garantir a melhoria da segurança pública nos Estados e municípios que fazem fronteira com a Amazônia.

“As fronteiras estão completamente abertas, porque não temos a presença de uma força-tarefa”, acrescentou Tião Viana.

De acordo com os representantes do Acre e de Rondônia, também confirmaram presença no encontro o presidente Michel Temer; os presidentes do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE); da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ); do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia; e a procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

Fonte: Secom - Governo de Rondônia e O Globo

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS