close

Ouro Preto do Oeste perde a oportunidade de ter uma escola em tempo integral

A decisão foi tomada, na grande maioria, por pais de alunos do ensino fundamental que não aceitaram que seus filhos fossem transferidos para outras escolas

DA REDAÇÃO

26 de Agosto de 2017 às 10:12

Ouro Preto do Oeste perde a oportunidade de ter uma escola em tempo integral

FOTO: (Divulgação)

A Estância Turística de Ouro Preto do Oeste perdeu a oportunidade de se tornar mais uma das cidades do Estado a implantar a escola de ensino médio em tempo integral. A decisão foi tomada por pais de alunos do ensino fundamental durante reunião que ocorreu na noite da última segunda-feira (21), na Escola Estadual Joaquim de Lima Avelino, local onde se iniciaria o programa Escola Novo Tempo. 

O programa já é executado em todo o país e em 10 escolas de Rondônia. Recentemente, o Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação (FNDE) teria aberto duas novas vagas para o Estado, e Ouro Preto do Oeste foi uma das cidades escolhidas pela Secretaria de Estado da Educação de Rondônia – SEDUC.

As escolas estaduais Joaquim de Lima Avelino e 28 de Novembro foram as que apresentaram as melhores condições para implantar o Programa no município. No entanto, a 28 de Novembro não pôde ser escolhida por possuir em torno de 600 alunos do ensino fundamental e estes precisariam ser transferidos, mas as demais escolas da rede estadual não suportariam essa demanda. Por isso, a unidade de ensino Joaquim de Lima Avelino, por possuir apenas 370 alunos do ensino fundamental, foi a eleita, uma vez que estes seriam alocados para outras três escolas.

Após optar pela Joaquim de Lima Avelino, uma equipe de técnicos da SEDUC, responsável pelo programa Escola Novo Tempo, reuniu-se na manhã de segunda-feira (21) com todos os servidores da escola para apresentar o programa. O mesmo foi feito no período noturno com os pais dos alunos e, ao final, foi dada a opção de os presentes aceitarem ou não a implantação do programa, sendo rejeitada.

A decisão pela não implantação Programa Escola Novo Tempo foi tomada por grande parte dos pais dos alunos do ensino fundamental, que eram maioria durante a reunião. Eles não aceitaram a possibilidade de seus filhos serem transferidos para outras escolas. Com a votação, Ouro Preto do Oeste perdeu a oportunidade de ter na cidade um programa que está sendo executado em todo o País e que vem trazendo ótimos resultados.

Programa Escola Novo Tempo

Trata-se de um programa do Ministério da Educação (MEC) que fomenta a implementação da escola em tempo integral para atender alunos do ensino médio. As aulas duram das 07h30 até as 17h, com dois intervalos de 20 minutos e uma hora e meia para almoço, que é servido na própria escola.

São nove aulas ao dia, sendo intercaladas entre teoria nas salas e prática em laboratórios ou locais específicos, somado com a introdução de novas disciplinas, como: Projeto de Vida, Estudo Orientado, Avaliação Semanal, Práticas Experimentais, Disciplinas Eletivas e Pós- Médio.

Outro diferencial é quanto aos professores, que deverão ter dedicação exclusiva de 40h, e, além do salário, receberão gratificação de R$ 750,00. O diretor recebe R$ 1.000,00 e todos os servidores recebem apoio de R$ 300,00.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS