close

Polícia Civil esclarece crime e prende homicida confesso

De acordo com a Delegada, logo que os investigadores conseguiram reunir provas suficientes que comprovam a autoria de Jeferson, foi solicitado um Mandado de Prisão Preventiva, para que o suspeito fique preso até a conclusão do inquérito policial.

COMANDO 190

9 de Fevereiro de 2017 às 09:11

Polícia Civil esclarece crime e prende homicida confesso

FOTO: (Divulgação)

Na manhã desta quarta-feira (08), Policiais Civis do Sevic da 2ª DP, sob o comando da Delegada Titular Dra. Fabiana Braguin, prenderam o homicida confesso Jeferson N. S., por ter assassinado o segurança Vanderley Pereira Barbosa, no dia do aniversário da vítima. O crime ocorreu em novembro do ano passado, em um bar, localizado na Avenida Brasil com a T-18, no bairro Nova Brasília, 2º Distrito de Ji-Paraná.

De acordo com a Delegada, logo que os investigadores conseguiram reunir provas suficientes que comprovam a autoria de Jeferson, foi solicitado um Mandado de Prisão Preventiva, para que o suspeito fique preso até a conclusão do inquérito policial.

Ao chegar na delegacia, Jeferson acabou confessando crime e falou que foi sozinho matar o seu desafeto. Segundo Jeferson, foi agredido diversas vezes pelo Vanderley, que trabalhava como segurança em uma casa de shows.

Jeferson ainda contou que naquela noite estava no “forró” com alguns amigos, quando Vanderley o agarrou por trás e aplicou um “mata-leão”, sem motivos. Em seguida, jogou para fora do estabelecimento.

Após acabar a festa, os dois se reencontraram na conveniência do Posto de Combustível, já na Rua T-18 com a Avenida Brasil, e começaram uma nova briga. Em seguida, Jeferson falou que foi até a sua residência e buscou uma arma de fogo. “Eu parei a moto na esquina e vi que o Vanderley estava no bar. Aí me aproximei e disparei várias vezes. Depois fugi”, declarou.

Jeferson N. S., já foi preso por Porte Ilegal de Arma de Fogo e foi recolhido ao Presídio Central, onde permanecerá à disposição da justiça.

O crime ainda está sendo investigado, pois a Polícia acredita que há participação de mais pessoas e pede a quem souber de qualquer informação sobre este caso, ligar imediatamente para o telefone (69) 3422-1174 (SEVIC da 2ª DP). Não precisa se identificar.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS