close
logorovivo2

Pressionado, Google refina algoritmo para evitar notícias falsas

Esta falha é apenas mais um caso. No mês de novembro, a gigante norte-americana teve de responder sobre notícias falsas relacionadas com as eleições nos Estados Unidos.

NOTICIAS AO MINUTO

21 de Dezembro de 2016 às 15:47

Pressionado, Google refina algoritmo para evitar notícias falsas

FOTO: (Divulgação)

O Google anunciou nesta terça-feira (20) que está trabalhando para refinar o seu sistema de buscas com o objetivo de eliminar resultados "não confiáveis". A declaração foi dada em resposta ao jornal britânico "The Guardian", que divulgou na semana passada que o primeiro resultado da busca por "O Holocausto aconteceu?" é o site Stormfront, de supremacia branca.

De acordo com o UOL, o site afirma que o Holocausto, que matou mais de seis milhões de judeus e outros durante a Segunda Guerra Mundial, foi uma farsa.

Esta falha é apenas mais um caso. No mês de novembro, a gigante norte-americana teve de responder sobre notícias falsas relacionadas com as eleições nos Estados Unidos.

Em uma declaração à AFP, o Google disse que seu objetivo é fornecer "resultados confiáveis" para as pesquisas, oferecendo "uma amplitude de conteúdos diversos de fontes variadas. (...) Julgar quais páginas na web respondem melhor a uma pergunta é um problema desafiador e nem sempre conseguimos acertar", diz o comunicado.

O Google informou que ajustes recentes no seu algoritmo "ajudarão a trazer à tona conteúdo confiável e de alta qualidade" e que a equipe está trabalhando para melhorar ainda mais a experiência do usuário.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS