close

Motorista que se envolveu no acidente fatal é preso pela PRF

Motorista que se envolveu no acidente fatal é preso pela PRF

DA REDAÇÃO

6 de Abril de 2016 às 10:28

Motorista que se envolveu no acidente fatal é preso pela PRF

FOTO: (Divulgação)

 A Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Vilhena, prendei por volta das 20h30 da noite desta terça-feira, 05 de abril, o motorista Deyveson D. F., 34 anos, o qual dirigia uma carreta Volvo FH com placas de Vilhena, que teria provocado o acidente de trânsito que tirou a vida de Neuza Maria Medeiros, no quilômetro 236,5 da BR-364, perímetro urbano de Cacoal/RO.

Na ocasião, Neuza Maria pilotava uma motoneta Honda Biz 125 de cor vermelha e transitava pela avenida Castelo Branco, quando nas proximidades do rio Piarara, realizou conversão para adentrar a BR-364; ocasião em que foi atingida por uma carreta que seguia pela rodovia sentido Vilhena, tendo sido atingida pela carreta e projetada para baixo das rodas traseiras e assim atropelada.Com isso, Neuza teve parte do quadril dilacerado e as vísceras expostas, chegando a ser socorrida pela equipe do Corpo de Bombeiros e encaminhada ao pronto socorro do hospital Heuro, em Cacoal, onde não resistiu aos ferimentos e faleceu. O motorista da carreta, teria evadido-se do local sem prestar qualquer socorro a vítima.

Deyveson relatou que não percebeu que havia envolvido-se no acidente e passado por cima da motoneta e da própria vítima e que com isso, veio para Vilhena onde levou a carreta para lavar, tendo em vista que iria carregar na quarta-feira, 06 de abril. Já durante a noite, seguiu viagem com a intensão de chegar a tempo no local onde iria carregar, ocasião em que foi abordado no quilômetro 01 da BR-364, no posto da Polícia Rodoviária Federal.

"Jamais imaginei que tinha atropelado e matado uma pessoa, se eu tivesse percebido, sem dúvidas teria prestado os socorros que a vítima merecia; dirijo há sete anos e nunca me envolvi em acidentes de trânsito, estou perplexo com tudo isso", disse.Um perito de criminalística da Polícia Técnica (Politec) de Vilhena ao ter sido informado pela Polícia Civil da apreensão da carreta, se deslocou ao local e realizou seus trabalhos, tendo sido constatado indícios, como marcas de sangue nas rodas, que colocam a carreta dirigida por Deyveson na cena da tragédia.Os rodoviários realizaram a prisão do suspeito e apreensão da carreta, sendo Deyveson apresentado na Delegacia de Polícia Civil.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS