close
logorovivo2

Após conseguir benefício da justiça apenado rompe tornozeleira

Após conseguir benefício da justiça apenado rompe tornozeleira

DA REDAÇÃO

20 de Fevereiro de 2016 às 11:08

Após conseguir benefício da justiça apenado rompe tornozeleira

FOTO: (Divulgação)

O apenado da Casa de Detenção Pimenta Bueno identificado como Aurílio F. G. de 45 anos de idade, merece pelo menos uma indicação ao Oscar de melhor atuação, o homem é tão “cara de pau” que é capaz de contar uma mentira de tal maneira que mesmo a pessoa sabendo a verdade fica em dúvida.

Após ter sido preso anteriormente pelo crime de estelionato, o apenado que se dizia “um homem de Deus”, conseguiu através de uma solicitação junto ao judiciário o benefício de cumprir sua pena em regime domiciliar, como não tem residência fixa, o mesmo foi conduzido ao albergue local.

Cheio de histórias “dramáticas”, o apenado saiu do presídio deixando em seus companheiros de cela a certeza de quê viveria uma nova vida, “Um verdadeiro exemplo a ser seguido”.

Assim que pôs os pés do lado de fora, o mesmo ajoelhou-se em frente à casa de detenção e disse: “Se Deus quiser nunca mais eu voltarei aqui, hoje sou um novo homem”.

Seus contos são capazes de amolecer até os mais duros corações, sempre com um olhar sereno, ele vai “convencendo” as pessoas por onde passa.

Um dia após receber o benefício da justiça, o apenado que se ajoelhou dizendo ser um novo homem, já começou a “aprontar”.

Primeiro entrou em um supermercado, pegou uma faca que estava na prateleira e cortou a tornozeleira eletrônica que usava, posteriormente a jogou no lixo e saiu do local.

Toda ação do infrator foi gravada pelas câmeras de monitoramento do estabelecimento.

Nesse momento os Agentes Penitenciários já sabiam que o homem havia saído de sua rotina e infringido a lei, pois, sua “liberdade” era controlada pela tornozeleira, onde ele tinha um trajeto pré-definido e não poderia desviar-se do mesmo.

Em seguida o apenado pegou um táxi com destino a cidade de Primavera de Rondônia e durante o trajeto, o golpista começou a contar suas falsas histórias, falando sobre sua vida “difícil” e sobre uma suposta filha que estava muito doente, isso sempre atrelado á lágrimas e um “sofrimento sem fim”.

A história comoveu o taxista, que além de não cobrar a corrida, ainda lhe deu certa quantia em dinheiro.

Já na cidade de Primavera, o golpista começou a caminhar pelas ruas e sem pensar duas vezes, saiu novamente aplicando golpes por onde passava.

Entretanto, os competentes Agentes Penitenciários de Pimenta Bueno já estavam no encalço do infrator e munidos de informações, se deslocaram rapidamente a cidade vizinha, onde lograram êxito em localizar e capturar o infrator no momento em que o mesmo saia de um mercado onde havia acabado de furtar alguns objetos.

Já na Delegacia de Polícia Civil de Pimenta Bueno e mesmo diante de todas as evidências, o “contador de histórias” seguia agindo como total vítima, se dizendo arrependido e pedido perdão pelo que fez.

Fato é, que com história ou sem história o infrator voltou para Casa de Detenção de Pimenta Bueno e dessa vez permanecerá por lá por muito tempo.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS