close
logorovivo2

Médica cubana desaparece e sumiço é registrado na Polícia Federal

Médica cubana desaparece e sumiço é registrado na Polícia Federal

DA REDAÇÃO

1 de Outubro de 2015 às 08:54

Médica cubana desaparece e sumiço é registrado na Polícia Federal

FOTO: (Divulgação)

Clínica geral é casada e tem filhos em Cuba

Está desaparecida há dois dias, em Vilhena, a médica cubana Maristela  Mayo San Luiz. Ela mora na cidade desde 2013, quando chegou

junto com outros colegas, também cubanos, para atuar na rede básica de saúde através do programa federal “Mais médicos”.

 Conforme informações da Secretaria Municipal de Saúde de Vilhena, o responsável pelos profissionais estrangeiros que atuam no Cone Sul é o também médico Jânio Vieira de Souza. O site tentou contato por telefone, mas ele está viajando e as chamadas feitas para o seu celular caíram na caixa de mensagem.

O sumiço de Maristela já foi registrado na Polícia Federal, a quem caberá investigar o caso com o acompanhamento da Embaixada de Cuba no Brasil. Existe a suspeita de que a médica, de cerca de 35 anos, que é casada e tem filhos na ilha caribenha, possa ter desertado. “Ela pode ser uma das que tentam ir para os Estados Unidos, aproveitando a reaproximação do regime comunista com a América”, disse um servidor, sem se identificar.

A clínica geral, que atendia no posto de saúde Afonso Mansur, na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, morava sozinha numa quitinete alugada pela prefeitura. Levava uma vida discreta na cidade e, segundo os mais próximos, não dava sinais de descontentamento.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS