close

SINDSBOR rebate declarações do prefeito sobre Figura ‘A’

SINDSBOR rebate declarações do prefeito sobre Figura ‘A’

DA REDAÇÃO

19 de Maio de 2015 às 15:32

SINDSBOR rebate declarações do prefeito sobre Figura ‘A’

FOTO: (Divulgação)

O SINDSBOR (Sindicato dos Soldados da Borracha e Seringueiros do Estado de Rondônia) vem á público rebater as declarações do prefeito de Porto Velho, Mauro Nafiz feitas durante uma

solenidade da ordem de serviço do levantamento topográfico da Figura “A”, ocorrida na última sexta-feira (15) na sede da prefeitura.

De acordo com declarações feitas por um morador, membro da AMFA, essa foi uma luta encabeçada em 2010 embaixo de uma castanheira no bairro da Arigolândia, sempre com a presença na época do Deputado Mauro Nazif. Essa mesma associação distribuía carnês de porta em porta com mensalidades de R$20,00 e que possuía uma equipe de advogados, que afirmava que a Figura “A”, não pertencia a União e sim ao estado de Rondônia, informação esta publicada em matéria jornalista vinculada em um jornal de grande circulação no dia (29/10/14).

“Esse é um momento para o prefeito, Mauro Nazif ser humilde, levantar a mãos para o céu e agradecer ao SINDSBOR por ter conseguido essa vitória para esses moradores. Estou nessa luta desde o ano de 2003, quando era presidente da Baixa da União (anexo doc. do gabinete da presidência datado de 16 de abril de 2003)”, ressaltou George Teles “Carioca” - vice-presidente do SINDSBOR

Com essas afirmações o prefeito Mauro Nazif colocou em prova até a paternidade da Figura “A”, que foi convidado pela diretora a fazer o reconhecimento da mesma na esfera judicial.

A diretoria do SINDSBOR destaca a boa parceria que mantém com o governo do estado e que infelizmente não pode dizer o mesmo do prefeito da capital, que não honrou nenhum compromisso firmado com a categoria, no tocante ao atendimento médico dos idosos. Recentemente o sindicato foi informado, que foi extraviado da prefeitura o projeto de construção do Memorial dos Soldados da Borracha, que ia ser construído no Parque Circuito, projeto este requisitado por Mauro Nazif.

“É lamentável para um administrador de uma grande capital, que situações como leis como código de postura seja violado diariamente e crimes ambientais aconteçam rotineiramente em nossa capital. O que podemos esperar com essa total falta de compromisso com o povo portovelhense”.

 
 
 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS