close

Habitantes relatam sentirem um pequeno tremor durante fim de semana

Durante o final de semana, vários habitantes relataram sentir um tremor por volta das 7 horas da manhã.

DA REDAÇÃO

20 de Abril de 2015 às 10:53

Habitantes relatam sentirem um pequeno tremor durante fim de semana

FOTO: (Divulgação)

Durante o final de semana, vários habitantes relataram sentir um tremor por volta das 7 horas da manhã.

Os moradores contam que o incidente durou poucos segundos, mas causou espanto. De acordo com o Centro de Sismologia da Universidade de São Paulo (USP), nenhum abalo de grande proporção foi registrado na estação, que fica localizada em Vilhena.

José Toschi Fernandes, que mora com a família no bairro Novo Horizonte, conta que estava dormindo no momento do tremor. "Acordamos muito assustados aqui. Um estrondo muito grande. As janelas da casa estalaram parecendo que iriam quebrar. Começou alto e foi baixando", afirma.

O vendedor Samuel Ferreira diz que ficou sem entender o que estava ocorrendo. "O barulho foi a mesma coisa quando uma carreta bem pesada passa na sua rua e treme o chão todo. Foi por uns dois segundos, mas deu medo", afirma. Depois do susto, Samuel alega que acessou a internet para saber o que havia acontecido.

Em nota, o Centro de Sismologia da USP não pôde confirmar se houve mesmo o incidente, pois a estação mais próxima está em Vilhena, cerca de 370 quilômetros de Ouro Preto. Conforme a instituição, para que ocorra um registro é necessário que o abalo supere os dois graus. O centro acredita que, como não foi constatado, é possível que tenha ocorrido um abalo inferior a marca.

Outra estação fica na região da Usina Hidrelétrica de Samuel, em Candeias do Jamari, que pertence a uma agência internacional, a aproximadamente 300 quilômetros da cidade, mas nesta terça, o sinal estava interrompido no local

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS