close
logorovivo2

Preso o suspeito de matar e enterrar corpo em seu quintal

O Delegado Regional de Policia Civil Dr. Milton Santana da Silva, ao tomar conhecimento da ocorrência policial em que narrava o desaparecimento do pecuarista Valdeci Elias, 51 anos, que possui fazendas na zona rural de Nova Mamoré-RO

DA REDAÇÃO

10 de Março de 2015 às 15:43

Preso o suspeito de matar e enterrar corpo em seu quintal

FOTO: (Divulgação)

O Delegado Regional de Policia Civil Dr. Milton Santana da Silva, ao tomar conhecimento da ocorrência policial em que narrava o desaparecimento do pecuarista Valdeci Elias, 51 anos, que possui fazendas na zona rural de Nova Mamoré-RO, mais reside em Porto Velho, e veio para a zona rural de Nova Mamoré, cuidar de sua propriedade e cobrar uma dívida supostamente no valor de R$ 100.000,00 de venda de gados que teria feito ao Senhor Devair Ramos da Silva, 43 anos, que tem propriedade na Linha 30, zona Rural de Nova Mamoré, tendo Valdeci vindo para sua fazenda e depois disse que iria até a fazenda de Devair cobrar a dívida, mais depois disto não foi mais visto, e seu veículo foi encontrado abandonado sem vestígios de roubo com todos os pertences no interior do veículo e que Valdecir Elias estava desaparecido deste o dia 07 de março.

O Delegado Regional determinou ao Sevic – Serviço de Captura e Investigação da Delegacia de Polícia Civil de Guajará-Mirim, que se deslocasse com toda sua equipe para a localidade para investigar e elucidar o desaparecimento.

LOCAL AONDE ESTAVA ENTERRADO O CORPO DA VITIMA 

Os Policiais do Sevic ao chegarem no local e em contato com Devair negou os fatos, inclusive disse que não via Valdecir há mais de 15 dias, no entanto em frente a sua residência existiam marcas de pneus compatíveis com as da caminhonete usada pela vítima, e que ainda segundo testemunhas disseram ter visto a caminhonete branca estacionada em frente a propriedade de Devair e que devido todas as contradições de Devair e a persistência dos investigadores do Sevic Devair confessou o crime bárbaro, inclusive levando os investigadores até o local aonde estaria a arma usada no crime que estava em um saco plástico escondidas entre as folhagens a beira de um riacho, e em ato continuo Devair mostrou aonde teria enterrado o corpo da vítima há pouco mais de 100 metros do local da arma, confessando também que matou a vítima com três disparos de arma de fogo sendo dois no peito e um na cabeça, após, com o uso de uma boca de lobo cavou uma cova rasa e o enterrou.

O Homicida depois de confessar o ato criminoso levou os Policiais do Sevic ao local onde estava enterrado o corpo da vítima e apreenderam a arma de fogo calibre 38 bem como a boca de lobo usada pelo mesmo. Devair recebeu voz de prisão e foi encaminhado à Delegacia de Polícia de Nova Mamoré para demais procedimentos. A perícia técnica, o médico legista Vicente de Paulo e o Delegado Regional de Polícia Civil Dr. Milton Santana compareceram ao local dos fatos e acompanharam todos os trabalhos de remoção do cadáver. O Delegado Regional Flagranteou o autor do Homicídio que foi conduzido à casa de detenção masculina de Guajará-Mirim ficando a disposição da justiça.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS