close
logorovivo2

IML libera laudo de recém-nascido atirado no Rio Mororó

Nesta segunda-feira (2), o Instituto Médico Legal (IML) liberou o laudo tanatoscópio do recém-nascido encontrado morto no Rio Mororó.

DA REDAÇÃO

3 de Março de 2015 às 09:23

IML libera laudo de recém-nascido atirado no Rio Mororó

FOTO: (Divulgação)

Nesta segunda-feira (2), o Instituto Médico Legal (IML) liberou o laudo tanatoscópio do recém-nascido encontrado morto no Rio Mororó.

Segundo o laudo tanatoscópio, o recém-nascido nascera vivo e foi morto após o nascimento com um corte na região do pescoço. Esta revelação contradiz o depoimento da mãe da criança, que dissera que o bebê nascera sem vida e, por isso, o atirara no rio.

Conforme o delegado Renato Morari, o inquérito policial foi enviado para o Ministério Público do estado (MPRO), que deve denunciar a mulher. Se a denúncia for aceita pela Justiça e a mãe for considerada culpada, ela pode ser condenada a pena de 2 a 6 anos de prisão.

No entanto, segundo o delegado, a dona de casa era atendida pelo Centro de Atendimento Psicossocial (Caps) de Jaru, por apresentar problemas mentais. Morari não informou que transtornos são esses e nem por quanto tempo a mulher foi atendida, mas disse que, durante o processo, ela deve passar por avaliações médicas, para avaliar se a mãe tinha ou não discernimento do que fazia no dia do crime.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS