close
logorovivo2

PC cumpre mandado de prisão contra homicida

PC cumpre mandado de prisão contra homicida

DA REDAÇÃO

23 de Setembro de 2014 às 07:35

PC cumpre mandado de prisão contra homicida

FOTO: (Divulgação)

No dia 18 de setembro de 2014 a Polícia Civil de Presidente Médici, chefiada pelo delegado Evandro Kovalhuk de Macedo, com apoio das Gerências de Estratégia e Inteligência (GEI) das Polícias Civis de Rondônia e Acre, deu cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pelo Juízo da Vara Criminal da comarca de Presidente Médici contra o nacional João de Jesus Santos, vulgo “João Sarrapilha”.
O preso foi condenado, com trânsito em julgado, a uma pena de 15 anos de reclusão pela prática do crime de homicídio duplamente qualificado, crime este ocorrido no ano de 1992, portanto, há 22 anos. A execução da pena estava próxima da prescrição, mas devido aos esforços da equipe do serviço de investigação, vigilância e capturas (Sevic) da Delegacia de Polícia de Presidente Médici, o crime não ficou impune.
O preso “João Sarrapilha” foi condenado por ser o mandante da execução do bárbaro crime, pois contratou um pistoleiro para assassinar a vítima, filho de comerciantes conhecidos da cidade, que estaria mantendo relacionamento extraconjugal com uma das duas mulheres do preso.
O crime, à época, provocou comoção na população do pequeno município de Presidente Médici, pois foi praticado na praça central. O indigitado, que hoje está com 60 anos de idade, conta que durante o tempo em que esteve foragido, chegou a morar no Estado do Espírito Santo e, por último, no Estado do Acre, nos municípios de Acrelândia e Sena Madureira, onde já estava morando há mais de 12 anos, adquirindo considerável patrimônio, como fazendas, gado, estabelecimentos comerciais e veículos.
Com a prisão de “João Sarrapilha” a população de Presidente Médici ficou satisfeita com o trabalho da Polícia Civil e agradeceu a toda a equipe que se empenhou na prisão.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS