close
logorovivo2

JARU – Tiroteio em posto de gasolina mata dois

JARU – Tiroteio em posto de gasolina manta dois

DA REDAÇÃO

15 de Junho de 2014 às 12:44

JARU – Tiroteio em posto de gasolina mata dois

FOTO: (Divulgação)

Duas pessoas foram assassinadas e outras duas ficaram feridas na noite deste sábado (14), em uma ação ousada de criminosos que chegaram em uma motocicleta preta e efetuaram vários disparos contra pessoas que se encontravam no posto de combustível Texaco, localizado em uma das vias mais movimentadas da cidade de Jaru, a avenida Dom Pedro I.

Segundo testemunhas, a ação ocorreu de forma muito rápida, os assassinos com suas faces ocultas por capacetes teriam se dirigido a loja de conveniência do estabelecimento onde se encontravam na calçada varias pessoas sentadas, e em seguida o carona sacou de uma arma e direcionou seus disparos contra dois rapazes sendo eles Mayco Messias de Medeiros de 28 anos, que foi alvejado na cabeça e morreu na hora, e seu amigo Evando Oliveira da Costa de 26 anos, que ainda tentou evadir-se, mas foi atingido na altura do quadril e do ombro, e acabou caindo já quase sem vida no interior de outro estabelecimento, próximo ao posto.

O servidor da Funasa, Aparecido Nogueira mais conhecido como “Cidão” estava no local e acabou sendo atingido em sua perna direita por um dos disparos efetuados contra Evando que empreendeu fuga em meio aos populares, outro destes disparos acabou atingindo a perna esquerda do aposentado de 68 anos, Americo Belfort, que catava latinhas no local.

Após a ação, os criminosos empreenderam fuga pela Avenida Dom Pedro I em direção a BR 364.

As vítimas com exceção de Mayco, que veio a óbito no local, foram socorridas ao Hospital Municipal de Jaru, onde Evando deu entrada na unidade hospitalar apresentando sinais vitais, mas não resistiu e veio a óbito minutos depois, já o idoso devido a seu quadro clinico considerado grave, teve que ser transferido para Porto Velho. Cidão recebeu os primeiros atendimentos e foi liberado ainda na noite deste sábado.

A vítima Mayco Messias tinha passagem pela Justiça pelo crime de tráfico de drogas. A Polícia Militar fez diligências na cidade no intuito de localizar os criminosos, mas não obtiveram êxito.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS