close
logorovivo2

Intensificada limpeza nas ruas inundadas pela enchente na capital

Intensificada limpeza nas ruas inundadas pela enchente na capital

DA REDAÇÃO

16 de Abril de 2014 às 12:03

Intensificada limpeza nas ruas inundadas pela enchente na capital

FOTO: (Divulgação)

Por meio da Secretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb), a prefeitura de Porto Velho intensifica ações de limpeza nas ruas centrais da cidade que foram inundadas pela enchente do Rio Madeira. Com o recuo do nível das águas, as Avenidas Rio de Janeiro, Campos Sales, Tenreiro Aranha, Farquar e Alexandre Guimarães, dentre outras, ficam tomadas por lama, vários tipos de entulhos e até peixes mortos.

Na manhã desta terça-feira (15), servidores municipais trabalharam na limpeza da BR-319 (antiga Avenida Migrantes), nas proximidades da rotatória de acesso ao Porto Graneleiro, bairro Balsa. De acordo com o secretário adjunto da Semusb, Itamar Ribeiro, depois de muitas horas de trabalho, foram retiradas do local quatro carradas de lama e entulhos diversos, entre eles, garrafas e sacolas plásticas.

Durante a tarde, is trabalhadores estiveram na Avenida Campos Sales com Rua São Paulo, próximo da Escola Padre Chiquinho. “Estamos raspando a rua para retirar toda a lama e o lixo arrastado pela enchente”, disse Itamar Ribeiro. Ele lamenta o fato de muitos moradores se aproveitarem da situação para agravar ainda mais as condições, jogando lixo retirado dos quintais na via pública.

Em média, segundo o secretário da Semusb, são retiradas de oito a dez carradas de lama e lixo por dia desses locais que ainda estão parcialmente inundados. “Mesmo quando a situação estava mais grave, no auge da cheia do Rio Madeira, nunca deixamos de fazer a limpeza nesses locais”, afirma. O mais difícil, segundo Itamar Ribeiro, é retirar a lama, pois é necessário fazer trabalho manual com auxílio de enxadas.

O secretário também informa que trabalho semelhante já foi realizado no trecho inundado da Rua Tenreiro Aranha, bairro Areal. No entanto, como o nível do rio não baixou totalmente, há necessidade das equipes estarem retornando a esses locais com certa frequência para continuar o trabalho, até que tudo seja normalizado.

Praça

Ainda conforme declarações de Itamar Ribeiro, uma equipe fixa atua de forma permanente na Praça Madeira Mamoré, de onde está retirando os peixes mortos. “Por enquanto não há muita sujeita no local. Estamos aguardando as águas baixarem para fazermos a manutenção completa”, explica.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS