close
logorovivo2

Restauração da BR-425 deve garantir desenvolvimento para a Pérola do Mamoré

Restauração da BR-425 deve garantir desenvolvimento para a Pérola do Mamoré

DA REDAÇÃO

4 de Outubro de 2013 às 13:58

Restauração da BR-425 deve garantir desenvolvimento para a Pérola do Mamoré

FOTO: (Divulgação)

Durante solenidades realizadas em Nova Mamoré e Guajará-Mirim, na quinta-feira (3), o vice-governador Airton Gurgacz participou da assinatura das ordens de serviços para o início das obras de restauração da BR-425. As ordens de serviços foram assinadas em dois trechos, a assinatura do trecho I aconteceu em Nova Mamoré pela manhã e assinatura do trecho dois foi realizada na Câmara de Vereadores de Guajará-Mirim.
A obra será realizada por uma empresa de Rondônia, com investimento de R$ 140 milhões. “É uma alegria muito grande estarmos aqui discutindo avanços para Guajará-Mirim. Participar desse momento onde a bancada federal e o governo do Estado estão juntos, pedindo por melhorias e avanços para Guajará-Mirim, é uma imensa satisfação”, explica o vice-governador.
O diretor Executivo do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), Tarcísio Gomes de Freitas, disse que foi até Guajará-Mirim, não para anunciar a recuperação de dois lotes da Rodovia 425, mas para explicar a conquista de algumas melhorias para a região. “Até o dia dez desse mês, será licitada a construção da Ponte sobre Rio Abunã, da BR- 364 que liga o estado de Rondônia com o Acre, essa era uma exigência da bancada federal. Assim também como a ponte binacional Brasil/Bolívia,a ser construída pelo governo Federal sobre o rio Mamoré ligando Guajará-Mirim (RO) a Guayara-Merin, no lado boliviano, que será licitada ainda na primeira quinzena de dezembro desse ano”, disse.
Tarcísio Gomes, ressaltou ainda que pelo projeto, a ponte binacional terá uma extensão de 1.220 metros e largura de 17m e 30cm e inclui aduana, “O requinte arquitetônico também será bonito. A ponte também possibilitará acesso a La Paz, Peru e Norte do Chile”, esclarece o diretor Executivo do DNIT.
O prefeito de Guajará-Mirim, Dúlcio Mendes, disse que o dia foi para ouvir boas noticias para a cidade. “Valorizar esse simples ato de assinatura é de extrema importância para esse povo sofrido que perdeu parentes ou amigos nessa rodovia cheia de buracos e curvas perigosas, pessoas que morreram pela péssima condição da estrada”.
O presidente da Fecomércio, Raniery Coelho, acredita que com a construção da ponte binacional irá alavancar o desenvolvimento dos dois países. “Estamos capacitando pessoas para atuarem como profissionais na área do comercio em Guajará-Mirim, visando um crescimento na área na região”.
A deputada federal Marinha Raupp reconhecer a importância desta obra para a integração do Brasil com os dois países, a partir do estado de Rondônia. Também exigiu que a Anac, e a Secretaria de Aviação Civil (SAC), trabalhe em conjunto para conhecer as dificuldades e os desafios amazônicos e que desenvolva um projeto para o aeroporto da cidade que ajude no desenvolvimento ainda mais do município.
O senador Valdir Raupp explicou que a região de Guajará-Mirim será contemplada com grandes investimentos do governo federal. “A restauração da BR-425 significa desenvolvimento e segurança para o trânsito. Estamos trabalhando para instalação da usina binacional, a ponte Brasil/Bolívia e mais recursos para a saúde, educação e mais asfalto para a cidade”, relata o senador.
Participaram dessa solenidade o presidente da Valec –Construção Engenharia Construção Ferrovias S.A, Josias Sampaio; o prefeito de Nova Mamoré, Laerte Queiroz;, os senadores Ivo Cassol e Acir Gurgacz. Os representantes da Secretaria de Aviação, Tiago Pereira; e da Secretaria de Portos, Luis Montenegro; além do deputado federal do Rio de Janeiro, Washington Reis, e o prefeito de Guayamerin (BO), Alexander Gusmam.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS