close
logorovivo2

Câmara não se pronuncia sobre suposta influência de criminoso em composição da mesa diretora

A magistrada disse que Fernando exercia tamanha influência no meio político que indicava quem seria presidente, vice, primeiro-secretário e demais membros da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Porto Velho.

DA REDAÇÃO

2 de Agosto de 2013 às 16:12

Câmara não se pronuncia sobre suposta influência de criminoso em composição da mesa diretora

FOTO: (Divulgação)

A Câmara Municipal de Porto Velho ainda não se manifestou oficialmente a respeito das declarações dadas em depoimento por um dos líderes da organização criminosa que agia em Rondônia. Fernando Braga Serrão, o “Fernando da Gata”, relatou à Polícia sua influência fortíssima em relação àquela Casa de Leis. 

O caso veio à tona através da desembargadora Ivanira Feitosa, durante o julgamento do pedido de soltura de ‘Da Gata’.

A magistrada disse que Fernando exercia tamanha influência no meio político que indicava quem seria presidente, vice, primeiro-secretário e demais membros da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Porto Velho.

Alan Queiroz (PSDB) - foto -, presidente da Câmara, até agora não abordou o assunto com a devida clareza e a população espera ávida por uma resposta; o tucano é conhecido por não gostar de conceder entrevistas com abordagem de temas polêmicos. O vereador chegou a negar entrevista de 30 segundos a uma emissora de televisão de Rondônia. Na ocasião ele se encontrava parado em frente à Câmara Municipal, com o carro estacionado por mais de quinze minutos. 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS