close
logorovivo2

Trabalhadores em educação municipais de Porto Velho conseguem gratificação de 8% e suspendem a greve

suspendem a greve

DA REDAÇÃO

26 de Junho de 2013 às 10:41

Trabalhadores em educação municipais de Porto Velho conseguem gratificação de 8% e suspendem a greve

FOTO: (Divulgação)

 

GREVE CONTINUA NA REDE ESTADUAL

Os trabalhadores em educação da rede municipal de Porto Velho decidiram, em assembleia realizada a manhã desta quarta-feira, 26/06, suspender a greve que durou 50 dias. Já a greve na rede estadual está mantida.

A suspensão da greve municipal se deu mediante a concessão de uma gratificação de 8% sobre o vencimento básico a partir de junho, conforme contraproposta apresentada pela prefeitura durante rodada de negociação com o comando de greve no dia anterior.

Com a decisão de suspender a greve os trabalhadores em educação municipais desmontarão o acampamento instalado em frente à prefeitura, e retornarão ao trabalho na segunda-feira, dia 1º de julho. As aulas referentes aos dias parados serão repostas conforme calendário a ser elaborado pelas próprias escolas.

A direção do Sintero considerou vitorioso o movimento grevista, pois quando a paralisação teve início não havia qualquer proposta de reposição salarial. Com o início do movimento a prefeitura ofereceu uma gratificação de 6%, que foi rejeitada pela categoria.

Depois de muita negociação, chegou-se ao percentual de 8%, que será concedido com a utilização de recursos próprios da educação, conforme sugestão do Sintero.

Os trabalhadores em educação municipais também consideraram o movimento vitorioso, o que ficou demonstrado durante a assembleia realizada na Praça das Três Caixas D’Água, quando a contraproposta foi aprovada quase que por unanimidade.

De acordo com professores e técnicos administrativos que participaram da assembleia, além da conquista do índice de 8%, a categoria saiu vitoriosa pela demonstração de unidade e de disposição para a luta.

O presidente do Sintero, Manoel Rodrigues, agradeceu aos trabalhadores em educação municipais que se mantiveram firmes na luta, que acreditaram na atuação do sindicato, que participaram das atividades da greve das rodadas de negociação, e que se colocaram à disposição para novas lutas

Manoel também agradeceu à Câmara Municipal pelo apoio, através dos vereadores que participaram das negociações e ajudaram a cobrar um posicionamento da prefeitura.

“Sempre dissemos que lutar vale a pena. Não há vitória sem luta. Tudo o que conquistamos até agora foi com muito trabalho e a união da categoria. E esse trabalho vai continuar até que a educação seja valorizada”, disse Manoel Rodrigues.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS